De virada, Paysandu vence o Águia

O Paysandu provou que de fato é o grande favorito ao acesso no Campeonato Brasileiro da Série C. Na tarde deste domingo, o Papão venceu o Águia, por 2 a 1, de virada, pela abertura do segundo turno da Terceirona. O zagueiro Charles fez para o time de Marabá, enquanto Zé Augusto foi o herói do time bicolor marcando duas vezes. O detalhe é que o Azulão vencia o jogo até os 37 minutos da etapa final, quando Zé Augusto empatou, virando o placar aos 48 minutos.

Com este resultado, o Paysandu se igualou ao Águia na liderança do Grupo A, com 10 pontos, mas o Papão fica na frente pelo saldo de gols. No entanto, os dois clubes caminham a passos largos para a classificação. De acordo com matemáticos, são necessários 12 pontos para avançar às quartas-de-final.

Equilíbrio total

O clássico paraense começou a todo o vapor, com os dois times saindo para o jogo e buscando o gol. A primeira oportunidade foi do Paysandu, mas Aldivan desperdiçou, aos oito minutos. O atacante recebeu belo passe de calcanhar de Zé Carlos, mas finalizou mal e a bola foi por cima do do gol de Adriano. O Papão não conseguia penetrar na bem postada do Águia, que tentava marcar nos contra-ataques velozes.

Aos 17, Torrô arriscou de fora da área, mas a bola desviou em Magrão e se perdeu pela linha de fundo. O Azulão não limitava a se defender, e deu um susto nos donos da casa aos 24 minutos. O atacante Marcelo Maciel arriscou de fora da área e a bola passou lambendo a trave do goleiro Rafael Córdova. O jogo era muito equilibrado e os dois times se revezavam no ataque.

No final do primeiro tempo, cada time teve uma grande oportunidade de marcar. Aos 32, após bate e rebate na área do Águia, o goleirto Adriano fez grande defesa, impedindo o primeiro do Papão. O Azulão respondeu dois minutos mais tarde, e Marcelo Maciel por pouco não marcou o primeiro depois de dar um belo drible em seu marcador. No minuto seguinte foi a vez de Zé Carlos perder a chance de marcar, de cabeça.

Azulão surpreende

Na volta do intervalo, o Águia parece ter retornado mais aceso e quase abriu o placar logo no primeiro minuto. Após belo cruzamento de Léo Rosa, o atacante Bruno Rangel cabeceou na trave, assustando o goleiro Rafael Córdova. O Paysandu deu o troco aos sete minutos, quando Lê quase fez um gol de placa. O meia deu um lindo chute de fora da área e a bola explodiu na trave.

Mas aos 12 minutos, enfim a rede balançou na Curuzu. O meia Soares cobrou escanteio e o zagueirão Charles cabeceou para o fundo do gol do Papão. O Águia não esmoreceu com a abertura do placar e quase ampliou aos 20, num belo chute de Edinaldo. Mas atrás no marcador, era o Paysandu quem tomava a iniciativa em busca do gol de empate, enquanto o Azulão se segurava e buscava o segundo para matar o jogo.

Virada histórica

O empate quase veio aos 35 minutos, quando o volante Daniel salvou o Águia tirando uma bola em cima da linha. A pressão do Paysandu surgiu efeito e o clube empatou o jogo aos 37 minutos. O atacante Torrô fez boa jogada e passou para Zé Augusto, que chutou para deixar tudo igual na Curuzu.

Depois do empate, o Papão pressionou bastante em busca da virada, e quando tudo levava a crer que o clássico terminaria empatado, a estrela de Zé Augusto brilhou novamente. Aos 48 minutos, a zaga do Águia falhou e a bola sobrou limpa para Zé Augusto só empurrar para o gol sem goleiro e explodir a massa bicolor.

Próximos jogos

Pela sétima rodada da competição, os dois times voltarão a jogar no próximo domingo. O Águia enfrenta o Luverdense, ás 16 horas, em casa, enquanto o Paysandu joga contra o Rio Branco, às 18 horas (de Brasília), na capital acreana.

Agência Futebol Interior

Seja o primeiro à comentar em "De virada, Paysandu vence o Águia"