Libertadores

Uma confusão na quantidade de ingressos cedidos pelo Nacional-URU ao Estudiantes-ARG fará com que os jogos entre as duas equipes, pelas semifinais da Taça Libertadores da América, sejam disputados sem a presença de torcedores da equipe visitante.

Os times começam a decidir uma vaga na final da Libertadores nesta quinta-feira, em La Plata, na Argentina. Os brasileiros Grêmio e Cruzeiro fazem a outra semifinal.

Segundo o Estudiantes, a diretoria do Nacional havia dito que colocaria à disposição 8.000 entradas para torcedores do clube argentino na partida de volta, que será jogada em 1º de julho, em Montevidéu, mas voltou atrás e reduziu a carga para 3.000 ingressos.

A equipe de La Plata não gostou da situação e resolveu que não cederia lugares a torcedores do adversário na partida de amanhã.

“Fizemos todos os esforços possíveis para que dessem ao Estudiantes pelo menos 8.000 entradas, mas eles não cumpriram o acordo. Por isso, acredito que é uma situação que não tem volta”, disse o presidente do Estudiantes, Rubén Filipas.

Folha Online com agências internacionais

Seja o primeiro à comentar em "Libertadores"