Seleção da Série C

Apesar da rede ter balançado somente 16 vezes em oito jogos, com média de somente dois gols por jogo, os atacantes foram os destaques na quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Com dois gols cada, os atacantes Bruno Rangel, do Águia, Torrô, do Paysandu e Charles, do Marcílio Dias, honraram o futebol tupiniquim e forçam a Seleção FI da rodada a ser escalada no 4-3-3.

No comando da equipe aparece o jovem e promissor Ronaldo Alfredo, do Marcílio Dias. Com apenas 41 anos, o treinador foi o maestro de sua equipe, que enfiou um 4 a 1 no Criciúma, em pleno Hercílio Luz. Depois de três derrotas nas primeiras rodadas, o técnico vai tirando leite de pedra do elenco e já começa a sonhar com a classificação.

Confira os melhores da rodada:

Goleiro: João Paulo (Brasil) – Por muito pouco o camisa 1 do time gaúcho não impediu a derrota de seu time em Caxias. Com excelentes defesas, segurou o 0 a 0 até o finalzinho, quando o Caxias marcou um gol em que nada pode fazer para evitar.

Lateral-direito: Mateus (Ituiutaba) – O lateral foi uma das principais opções ofensivas do Ituiutaba no empate sem gols contra o América, com chutes perigosos e boas cobranças de faltas. No finalzinho, ainda acertou uma bola na trave e quase saiu como herói.

Zagueiro: Anderson Bill (Caxias) – Bem posicionado e seguro na defesa, o zagueirão ainda foi a frente e participou da jogada do gol da vitória do time grená, único time que ainda mantém o 100% de aproveitamento.

Zagueiro: Wellington Paulo (América-MG) – Quanto mais velho, melhor. O veterano zagueiro do Coelho comprovou este ditado, mostrando a disposição de um garoto e comandando o sistema defensivo do América, que ainda não sofreu gols na Série C.

Lateral-esquerdo: Edinaldo (Águia) – O ala foi um boa opção ofensiva do Azulão no empate com o Paysandu, e foi de seus pés que saiu o cruzamento para Bruno Rangel abrir o placar. Defensivamente também fechou os espaços e dificultou as investidas do Papão.

Volante: Ferrugem (Gama) – O volante mostrou muita disposição e qualidade, ao defender e atacar com a mesma eficiência, comandando o meio-campo do time candango. De quebra, fez o gol que abriu o caminho para a primeira vitória do Gama na Série C.

Volante: Mael (Paysandu) – Um leão em campo, o volante foi o dono do meio-campo do Papão, marcando com eficiência e distribuindo bem as jogadas. Fez uma grande jogada no segundo gol do Paysandu.

Meia: Elvis (Salgueiro) – O meia foi o maestro do Salgueiro na vitória sobre o Confiança. Com boa visão de jogo e muita habilidade, conduziu o Carcará do Sertão à vitória, e ainda marcou o segundo gol no finalzinho.

Atacante: Torrô (Paysandu) – Veloz e sempre bem posicionado, o atacante marcou dois gols e sempre que a bola chegava aos seus pés criava situações de perigo para o gol do Águia. Quase fez um golaço de voleio, mas a bola subiu muito e foi por cima.

Atacante: Bruno Rangel (Águia) – Artilheiro da competição com sete gols, sendo cinco somente nas duas últimas rodadas, o atacante mostrou que tem estrela e é oportunista. Com boa qualidade nas finalizações, por pouco não deu a vitória ao surpreendente Águia contra o Paysandu.

Atacante: Charles (Marcílio Dias) – O garoto estava inspirado, mostrando bom desempenho na área e conseguiu cavar dois gols. Charles mostrou ser oportunista no primeiro gol e ainda mostrou conhecer a linha de impedimento no segundo. Parabéns!

Técnico: Ronaldo Alfredo (Marcílio Dias) – Mesmo com o time na pindaíba não retrancou o Marcílio. Pelo contrário, deu confiança e deixou seu time jogar. Ele ainda mostrou muita calma quando seu time tomou um gol logo no começo.

Agência Futebol Interior

Seja o primeiro à comentar em "Seleção da Série C"