JEMs 2009

O governador em exercício, João Alberto, e o secretário de Esporte e Juventude (Sespjuv), Roberto Costa, lançam oficialmente hoje, às 16h, no Palácio dos Leões, os XXXVII Jogos Escolares Maranhense (JEMs), que este ano traz o tema “A emoção está de volta”.

O JEMs vai ser disputado em três etapas: a primeira em âmbito municipal (entre 25 de maio e 30 de junho); etapa da capital (entre 13 a 30 de junho); e a interregional (entre 08 de julho a 21 de julho). A etapa final congrega os campeões das fases regionais e os classificados de São Luís e Imperatriz e será realizada entre os dias 14 e 30 de agosto.

As modalidades disputadas nos JEMs são vôlei, basquete, handebol, futsal, natação, atletismo, judô, tênis de mesa, xadrez, beach soccer, vôlei de praia, futebol de campo, ginásticas rítmica e artística, karatê, taekondo, dama, ciclismo, capoeira e jii jitsu. Podem participar estudantes de escolas das redes pública e particular de ensinos fundamental e médio, de todos os municípios do Maranhão.

Imirante

Uma resposta para "JEMs 2009"

  • Leopoldo Gil

    Zeca,
    vôlei, basquete, handebol, futsal, natação, atletismo, judô, tênis de mesa, xadrez, beach soccer, vôlei de praia, futebol de campo, ginásticas rítmica e artística, karatê, taekondo, dama, ciclismo, capoeira e jii jitsu.
    quanhjtas escolas PUBLICAS estao equipadas para ministrar essas modalidades? apenas as particulares… e olhe la, as que fazem marketing para vender o produto educaçao/ensino como resultado de suas conquistas esportivas, geralmente sem um trabalho de base, oferecendo bolsas de estudos aos alunos das escolas publicas… quando nao, esses alunos vem de academias, onde frazem aulas/treinamewntos por suas contas, pagando ‘por fora’, quando as escolas vislumbraram mais um nicho de mercadpo, oferecendo aulas nas chamadas ‘escolinhas de esportes’,como atividade extra-curricular – e podem, entao, cobrar pelas aulas extras…
    a preparaçao paras as diversas competições escolares/estudantis – nao sei mais nem qual nome levam hoje – nao tem todas essas modalidades… mas aqui no Bananao…
    Pergunto, Zeca, quantos desses professores que atruam no esporte escolar – de competiçao! – sao profissionais habilitados? sei que o Sistema CONFEF/CREF foi fiscalizar a inscrição das escolas, exigindo o registro profissional, mas e dai? qual o resultado? porque a SEJUSP e o CREF-Seccional do Maranhao nao divulgam o resultado da fiscalizaçao – verificaçao de documentos, na realidade…
    A grande maioria de nossos profissionais de educaçao fisica sao leigos – ex-atletas que se dedicam a ensinar o que aprenderam e criar uma geraçao de futuros portadores de problemas cardiacos, pois nao tem criterios nem conhecimentos de anatomia, fisiologia, fisiologia dom esforço, biomkecanica, cineantropometria, cinematica, didatica especial, e sobretudo, treinamento fisico-esportivo… alguns grandes ex-atletas ainda passam a estudaqr um pouco, mas nao foram a agencia formadora – a universidade… alguns dos cursos que estao ai, sendo oferecidos, deixam muito a desejar, com os professores que estao nas salas de aula… posso dar exemplos, de como se fez a seleção desses professores, alguns deles…
    mas, quantos mesmos de nossos ‘trenadores’ tem registro profissional? ao menos como provisionados?
    Com a palavra, o CONFEF e a SEJUSP
    em tempo, quantos dos ocupantes de cargos tecnicos na SEJUSP sao profissionais habilitados,mesmo?
    e depois falam de que nosso futebol nao funciona, com essa mao-de-obra…

    Leopoldo