Mais um clube desiste da Série D

Correndo contra o tempo e tentando sensibilizar autoridades, o Atlético Clube Juventus, atual campeão do Acreano acabou remetendo para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a recusa para participar do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série D. O motivo foi bem simples: faltou recurso para bancar a competição nacional.

Os diretores do clube ainda tentaram intermediar junto ao senador Tião Viana para interceder pelo Juventus na intenção de conseguir apoio do Governo do Estado e empresas privadas locais. 

“Nossa desistência contraria alguns diretores, associados e torcedores, no entanto não poderíamos comprometer o clube sem o patrocínio necessário”, ressaltou o diretor de futebol, César Felício.

A reunião que definiu a desistência do “Clube do Povo” da Quarta Divisão aconteceu pela parte da tarde, na sede do clube. Um dos diretores que ainda tentou intermediar a entrada do clube na competição, mesmo sem o apoio necessário, foi o ex-presidente Rivaldo Guimarães.

No ofício assinado pelo presidente do clube, Deusdete Guimarães, endereçada a Federação de Futebol do Acre, aos cuidados do seu presidente, o advogado Antônio Aquino, o dirigente afirmou que seria um “risco bancar uma competição deste porte”, por isso mesmo abria mão de participar da Série D.

Entre salários de atletas, hospedagens, transportes, material de treino e jogo, entre outros, o Juventus estimou que os custos seriam de aproximadamente R$ 700 mil, caso chegasse a fase final da 4ª Divisão. O valor estimado com patrocínios particulares, arrecadação na bilheteria e a venda de uniformes seriam em torno de R$ 180 mil.

“Tentamos até o último minuto, mas não deu mesmo”, confirmou César.

Agência Futebol Interior

"Mais um clube desiste da Série D"

  • THIAGO

    O MORTO CLUB DEVERIA SEGUIR O MESMO EXEMPLO, E CEDER A VAGA PARA O BECÃO. A CAMPANHA DO MORTO CLUB VAI SER UMA VERGONHA. FURIA DO MEARIM”A MAIOR DO MARANHÃO”.