Estrela do Paysandu de olho na taça

O meia Vélber disputou a Série C do Brasileiro pela primeira vez pela Tuna, ainda na década de 1990. A Lusa terminou a competição na terceira colocação e, por conta do regulamento da época, não subiu à Segundona. Desta vez, pelo Paysandu, o Risadinha espera ir bem mais além, levantando o título nacional e, consequentemente, recolocando o Papão na Série B. ‘Da vez passada, não tive essa sorte. Agora espero ser bem mais feliz, colocando a faixa de campeão e, ao mesmo tempo, dando alegria ao torcedor’, disse o jogador.

Ontem, Vélber participou dos treinamentos do Papão em Barcarena pela primeira vez. ‘Das duas vezes em que o grupo esteve aqui, não deu para vir. Na primeira, ainda não tinha sido contratado. Na segunda, houve aquele problema da contusão’, lembrou. O meia afirmou estar gostando muito das condições de trabalho oferecidas ao elenco. ‘Tudo é muito bom. O hotel é de qualidade e o local dos treinos é ótimo. É tudo perfeito. Espero que isso tenha um reflexo positivo na nossa estréia e no restante do campeonato’, comentou.

Vélber prevê um campeonato forte, como manda a tradição da Terceirona. ‘Mesmo tendo jogado apenas uma vez a Série C, sei que ela é bem mais exigente que as demais séries do Brasileiro’, comparou. Mas o meia confia na força do elenco bicolor. ‘O grupo está vindo de um campeonato que também exigiu muito esforço, já que os campos estavam o tempo todo pesados e os adversários, mesmo o de menor porte, bem arrumados’, comentou ele sobre o Parazão.

O Liberal

Seja o primeiro à comentar em "Estrela do Paysandu de olho na taça"