Giovanni diz não ao Paysandu

Fonte bicolor assegura que o meia Giovanni, ex-seleção brasileira e Barcelona (ESP) não aceitou o convite para defender o Paysandu no Campeonato Brasileiro da Série C. Ainda segundo o informante, o presidente bicolor Luis Omar Pinheiro entrou em contato com o jogador, mas não obteve êxito. Em entrevista a O LIBERAL em 2007, quando retornou a Belém, o jogador havia descartado defender qualquer clube do Pará novamente. ‘Fui tratado com preconceito por muita gente’, destacou.

Giovanni foi procurado ontem para comentar a possível negociação com o Paysandu. Ele chegou a atender ao telefone celular, mas, em seguida, o aparelho ficou o tempo todo na caixa postal. No entanto, a diretoria bicolor segue à procura de reforços. O lateral Boiadeiro e o atacante Landu estariam na agenda do clube. Ontem, em Barcarena, o técnico Edson Gaúcho foi enfático ao comentar o suposto interesse na contratação dos jogadores. ‘Ninguém vai impor nomes no Paysandu’, disparou o treinador. No entanto, a diretoria entrou em acordo com o meia Lecheva, que deverá se apresentar ainda hoje a Gaúcho em Barcarena (detalhes na tabela abaixo).

O curioso é que Luis Omar havia afirmado que as contratações do clube estavam temporariamente suspensas. O dirigente disse que o Papão só voltaria a tentar reforços após a primeira rodada da Série C do Brasileiro, que acontece no próximo domingo. A posição também foi confirmada pelo diretor de futebol Clodomir Araújo. Boiadeiro teria ligado para o presidente mostrando interesse em retornar à Curuzu, onde esteva no ano passado. O jogador está Ceará Sporting/CE, mas não teria agradado à direção do clube.

Questionado sobre a vinda de novos reforços para o clube, Edson gaúcho se negou a falar em nomes. ‘Estamos vendo alguma coisa, mas não falo em nomes’, comentou. Até aqui, o Papão contratou apenas dois jogadores: o zagueiro Rogério Corrêa e o atacante Torrô, ‘repatriando’ os jovens Moisés e Billy, que estavam cedidos por empréstimo ao Time Negra no Campeonato Paraense. O jogadores vindos da ex-filial bicolor encontram-se integrados ao elenco, que se prepara em Barcarena para o jogo contra o Sampaio Corrêa/MA, pela primeira rodada da Terceirona.

Lecheva vai passar por ‘vestibular’

O meia Lecheva está de volta ao Paysandu, com contrato até o final do ano. O jogador estava emprestado ao Treze/PB, onde foi vice-campeão estadual. Lecheva chegou a Belém no final de semana passado, mas somente hoje é que deverá seguir para Barcarena. O atleta será avaliado pelo técnico Edson Gaúcho e, dependendo da decisão do treinador, poderá continuar no elenco para a Terceirona.

Depois de ter ameaçado deixar o clube, insatisfeito por ter esquentado o banco de reservas nos jogos finais do Parazão, contra o São Raimundo, o atacante Zé Carlos assegurou ontem, em Barcarena, que o episódio já faz parte de uma página virada dentro do clube. O jogador contou que teve uma conversa com a diretoria e Edson Gaúcho, quando as arestas foram aparadas.

Se Zé Carlos tivesse deixado o Paysandu, a diretoria iria intensificar a busca por um novo atacante, comenta fonte bicolor. Uma das opções seria o ex-atacante remista Landu. O jogador passa férias em Belém e ainda não definiu a sua situação com o Itumbiara/GO, equipe que defendeu no Goiano deste ano. No entanto, se o Papão investisse em mais um jogador, dispensas seriam inevitáveis no setor.
 

Seja o primeiro à comentar em "Giovanni diz não ao Paysandu"