Barcarena dá sorte para o Paysandu?

Se deu certo no Parazão, tem tudo para se repetir na Série C do Campeonato Brasileiro. Sempre que precisou de refúgio para reunir forças e engrenar no Campeonato Paraense-2009, o Paysandu foi a Barcarena, cidade localizada a cerca de 40 quilômetros, em linha reta, da capital paraense. Depois do jogo-treino vencido pelos bicolores por 5 a 0 na manhã de ontem, lá foram os bicolores para a cidade interiorana.

A ideia é ficar em Barcarena até a próxima sexta-feira, 23, voltando a Belém no final da tarde, com os jogadores prontos para sufocar o Sampaio Corrêa na rodada de abertura da Série C do Brasileirão, quando a expectativa é de Mangueirão abarrotado por cerca de 40 mil pessoas. “É uma semana para aproveitarmos ao máximo. A chance de ficarmos mais perto um do outro, de trocarmos ideia para iniciar a disputa da Série C com o pé direito, não pode ser desperdiçada. Assim como deu certo no Campeonato Paraense, esperamos que ocorra da mesma forma na Terceirona”, declara o goleiro Rafael Córdova cheio de expectativas.

Segundo o técnico Edson Gaúcho, a estrutura de Barcarena tem um peso importante para a procura dos bicolores por um refúgio interiorano. “Temos tido a melhor estrutura possível à nossa disposição. Seja em Belém ou no interior, não temos dúvida de que o melhor está sendo feito para que o Paysandu possa voltar à Série B do Campeonato Brasileiro. Esperamos que seja válida nossa ida a Barcarena”.

As declarações do meia Zeziel são a prova de que Barcarena é a segunda casa do Paysandu. “Se tem um lugar onde nos sentimos à vontade é Barcarena. Todas as vezes que vamos lá voltamos a Belém muito bem. Esperamos que dê certo mais uma vez, já que pretendemos entrar em campo nos nossos dois primeiros jogos, dispostos a conquistar duas vitórias e largar bem na briga pela classificação”.

Diário do Pará

Seja o primeiro à comentar em "Barcarena dá sorte para o Paysandu?"