Paysandu de olho na Série C

Eles estão de volta. A conquista do Campeonato Paraense de futebol- 2009 ficou definitivamente para trás. Os jogadores do Paysandu se reapresentam ontem à tarde, no Estádio da Curuzu. O pensamento se volta para o principal objetivo do clube nesta temporada: o acesso à Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro do ano que vem. O retrato do grupo alviazul é dos melhores. Concentrado, motivado, pronto para retribuir o pedido da Fiel: “Vamos subir, Papão!”

Papão tem planos para atrapalhar o Sampaio Corrêa

Um dos mais empolgados com a nova caminhada do Papão é o meia Vélber, um dos destaques do time no primeiro semestre desta temporada. “Não há dúvidas de que é um desafio maior que o primeiro. Cada jogo será uma decisão, afinal de contas, todos os participantes querem estar na Série B do ano que vem. Se estrearmos com o pé direito, vencendo o jogo contra o Sampaio, a tendência é caminharmos firmes para a classificação à fase do mata-mata”, aponta ele.

Para o volante Zeziel, o céu é o limite. “Depois que conquistamos o Estadual, sabíamos que algo muito maior estava por vir. O Paysandu não merece disputar a Série C do Campeonato Brasileiro por mais um ano. Com a tradição, a organização e a torcida que tem, o Paysandu já deveria estar disputando a Primeirona. Como temos que dar um passo de cada vez, vamos trabalhar muito”, declara o principal nome na reta final do Parazão.

O zagueiro Rogério Corrêa, contratado junto ao arquirrival, o Remo, entende que o trabalho não pode ser “unilateral”. “Temos uma equipe forte, que encontrou o entrosamento ideal para conquistar o título paraense. A batalha agora é mais dura”.

Confiança no acesso é geral

Para que o Paysandu alcance o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro do ano que vem, o segredo pode ser a conjugação de três verbos na mesma proporção: trabalhar, acreditar e confiar. Pelo menos é seguindo essa cartilha que os jogadores prometem se comportar daqui por diante. Ainda embalados pela conquista do 43° título estadual da história bicolor, atletas, diretoria e comissão técnica do Papão estão em alto astral para transformar em realidade o desejo da Fiel.

O atacante Zé Augusto fala em autoconfiança, trabalho em grupo e dedicação extrema. Não pode haver limites para quem quer fazer parte de um grupo que pretende fazer história. “É preciso acreditar primeiro em nós mesmos. Com torcida, diretoria e todo o resto trabalhando a nosso favor, o acesso será consequência. Ao mesmo tempo que nos sentimos preparados para alcançar esse objetivo, é importante que cada um faça por onde”, avalia o “Terçado Voador” da Curuzu.

Diário do Pará

"Paysandu de olho na Série C"

  • Alexandre Lopes Jr.

    Esse grupo do Sampaio está muito dificil!!
    Eu aponto o Paysandu como o favorito e o Sampaio, Rio branco e Águia com igualdade de forças… mas o paysandu não pode vacilar, pq essa Série C promete ser a mais disputada e a mais difícil de todos os tempos!!

  • Alexandre Lopes Jr.

    Deleta o anterior… 😛

    Continuando….
    O Luverdense pra mim, vai ser o saco de pancadas do grupo!

    SAMPAIO CORREA, RUMO A SERIE B!!!!!! 😀

  • romilo

    esse grupo do sampaio esta muito diflcil// ‘eu aponto o paysandu como o favorito e o sampaio.e rio ,.aguia com igualdade de forças…maso paysandu nao piede vacilar pq essa serie c promete ser a mais disputada e a mas dificil de todos os tempos//