Delegado descarta sequestro de jogador

019343406-dp00.jpgCom a hipótese de sequestro descartada, a polícia acredita que o zagueiro Mário Fernandes, de 19 anos, desapareceu por vontade própria. O jogador, que foi contratado pelo Grêmio junto ao São Caetano e estava no clube há aproximadamente 10 dias, não aparece desde a última sexta, depois do treino no estádio Olímpico.

– Já temos várias provas, testemunhais e técnicas, mas temos convicção, certeza quase que absoluta, e até para tranquilizar a família, de que ele felizmente não está morto e não está sendo mantido como refém por qualquer grupo criminoso. Acreditamos que o desaparecimento dele foi espontâneo – disse o delegado Bolívar Llantada, que investiga o caso.

Llantada está otimista. Ele avisa que a polícia trabalha para encontrar o jogador. 

– Estamos trabalhando ininterruptamente e felizmente se avizinha um bom horizonte no fim do túnel. Estamos eliminando totalmente a hipótese de sequestro, de extorsão mediante sequestro ou qualquer crime de ordem patrimonial. Trabalhamos somente com a questão do desaparecimento. O que temos que deixar claro a partir de agora é o motivo de esse menino ter desaparecido – explicou.

Para o delegado, Mário Fernandes pode estar sofrendo algum tipo de distúrbio psicológico.

– Ninguém sai da noite para o dia para passear e não volta. Temos que verificar se ele está com algum distúrbio psicológico. Estamos rastreando os passos dele e esperamos encontrá-lo com vida para que possa trazer alegria aos seus familiares – comentou.

ClicRBS e Rádio Gaúcha

Seja o primeiro à comentar em "Delegado descarta sequestro de jogador"