Todos de olho no Lideraço

Acontece hoje, em Imperatriz, o primeiro clássico oficial entre JV Lideral e Cavalo de Aço, válido pela última rodada da fase classificatória do 1º turno do campeonato maranhense.
 
Se não bastasse a disputa pelo 1º lugar no grupo do interior, o duelo está recheado de polêmicas.  A principal dela é com relação ao local da partida, que aprovado pela FMF, será realizada no Centro de Treinamento Walter Lira. Até aí tudo bem, até porque o gramado do CT é o melhor do Maranhão. Mas me preocupa a estrutura que, infelizmente, não oferece condições mínimas para torcedores e imprensa. Só pra se ter uma idéia do que estou falando, no CT só existe um lance de arquibancadas, que tem capacidade para, no máximo, 400 pessoas sentadas. E olha que estou sendo bonzinho. Não existem cabines para Rádios e TV. Sem falar que a entrada de acesso é mesmo da saída, além do problema para se estacionar, aonde quem chega na hora do jogo tem a maior dificuldade para estacionar e quem sai antes do fim da partida, tem problemas para deixar o local, por conta do seu veículo está bloqueado por outro.

No campo, JV Lideral e Cavalo de Aço fazem o primeiro clássico da história, que vem sendo denominado por todos de LIDERAÇO e que vem dividindo a opinião do torcedor de Imperatriz. Por conta da desorganização do Cavalo de Aço, alguns torcedores estão debandando para o lado do JV, que pelo seu lado, prima pela organização.

O JV Lideral hoje é mais time do que o Cavalo de Aço. Não só pelos números, mas também pelo plantel que tem. Além de Mazinho, Romarinho, Toninho e Valdanes, entre outros, o técnico Sandow Feques tem no banco de reservas nomes como, Diná, Cosme e Rivelino. Já Cabrera, técnico do Cavalo de Aço, não tem no banco jogadores a altura dos que estão em campo. A prova disso foi no jogo contra o BEC, no meio de semana, onde o meia Curuca desfalcou a equipe alve-rubro e o técnico teve que improvisar um volante na posição.  Diante do exposto, o JV tem um ligeiro favoritismo para esse primeiro clássico, apesar de saber que em clássico não há favoritos.

Agora é esperar domingo, pra ver quem manda no LIDERAÇO, o mais novo clássico da região Tocantina.

Por Carloto Júnior
Radialista

Seja o primeiro à comentar em "Todos de olho no Lideraço"