De olho no Náutico…

Timbu quase pronto para a estreia

Diário de Pernambuco

O Náutico está praticamente pronto para a estreia na Copa do Brasil diante do Moto Club, amanhã, em São Luis-MA. Ontem, o técnico Roberto Fernandes comandou um último coletivo, em tarde chuvosa, nos Aflitos. Dúvidas, o treinador parece ter apenas no meio-campo e no ataque. Como só fala com a imprensa hoje, o técnico alvirrubro pode esclarecer alguns detalhes, mas, a tendência é de que só defina a equipe principal, como de praxe, minutos antes da bola rolar.

Apesar de ter feito várias mudanças no time principal nos últimos 15 minutos de coletivo, as principais delas aconteceram no intervalo do treino. A surpresa foi a presença do garoto Dinda entre os titulares logo no início do disputado coletivo. Com ele, o time ganhou em qualidade técnica do meio para frente. Os titulares formaram com Eduardo; Gladstone, Vágner e Asprilla; Carlinhos, Nunes, David, Dinda e Jhonny; Gilmar e Bala.

Na segunda parte do treinamento, Roberto Fernandes sacou Dinda e colocou Adriano Magrão para formar o ataque com Gilmar. Assim, Carlinhos Bala passou a jogar um pouco mais recuado como quarto homem o meio-campo, mas sempre chegando em velocidade também como terceiro atacante. O volante Nunes também deixou o time principal e sua vaga foi ocupada pelo meia Juliano.

De certo mesmo são as presenças de Gladstone, Vágner e Asprilla no trio de zaga. A lateral-esquerda vai mesmo ser preenchida pelo volante Jhonny.

Johnny está pronto para a ala

Jornal do Commercio

Com a proximidade da estreia alvirrubra pela Copa do Brasil, amanhã, no Maranhão, perante o Moto Club, e a falta de laterais-esquerdos, sobrou para o volante Johnny fazer a função de ala. O jogador, no entanto, já avisou que não terá problema em atuar na posição, algo que ele conhece bem de seus times anteriores.

“Joguei uma partida assim pelo Vasco, mas já conhecia a posição desde o Paulista de Jundiaí e do Ituano”, afirmou o volante, que está sendo escalado, entre outras coisas, por ser um dos poucos canhotos do elenco. Na partida contra a Cabense, pelo Campeonato Pernambucano, o escolhido foi o lateral-direito Carlinhos – Johnny estava suspenso.

Atualmente, o atleta faz o papel de segundo volante no time, com liberdade para subir ao ataque. Característica que ele considera como fundamental para a partida contra os maranhenses. “Ali (na ala), o melhor é atacar, mas se for muito fica o espaço lá atrás, então tem que saber a hora certa de subir e ajudar na marcação”, avaliou.

Durante o treino de ontem, o técnico Roberto Fernandes fez apenas uma mudança em relação ao time que havia participado do coletivo no sábado – o meia Dinda entrou na vaga de Juliano, com o esquema sendo mantido no 3-5-2. Apesar de o treinador ainda não ter confirmado, é provável que a equipe entre em campo com: Eduardo, Vágner, Gladstone e Asprilla, Carlinhos, Nunes, David, Dinda e Johnny, Carlinhos Bala e Gilmar.

Depois, o atacante Adriano Magrão ainda entrou no time, junto com Juliano, para as saídas de Nunes e Dinda. Esta formação deve ser usada no caso da necessidade de se correr atrás de um resultado, já que o time fica sem um volante de ofício.

No final da movimentação, o atacante Kuki caiu com dores no tornozelo esquerdo, após disputa de bola com Gladstone. No entanto, depois do atendimento médico, o baixinho saiu sorrindo do treino e a situação não passou de um susto.

Quanto ao jogo, a arbitragem será do piauiense Antonio Santos Nunes, que será auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Francisco Pereira de Lima, ambos também do Piauí.

Uma resposta para "De olho no Náutico…"

  • Motense Atento

    Espero que o Moto mostre a força do futebol maranhense e mostre ao Náutico que no municipal quem manda é o papão,com a força de sua torcida,vamos encher o alçapão e dá um show e brindar a fiel torcida rubro negra com uma boa vitória e de preferencia por dois gols de diferença,para na volta controlarmos a partida com mais tranquilidade, devemos respeitar o equipe do náutico nunca temer,amanhã é o dia do papão,vamos mostrar a força do futebol maranhense e unir todas as torcidas numa só voz,pois o bom desempenho do moto,só vai servir para levantar o tão degastado futebol do nosso estado,falo pelo moto pois sou motense,mais é muito importante a vitória dos dois representantes do nosso futebol,acho q seria o começo de uma boa mexida no nosso futebol,pois a muito está esperando por isso,Zeca Soares as nossas equipes precisam desse apoio da torcida ,da imprensa e de todos q fazem o futebol,só assim começaremos a erguer o futebol do maranhão,acho q vcs da imprensa tambem tem uma grande responsabilidade sobre isso qdo fazem comentários q levantem o futebol,cheg de criticas q não ajudam e nada ,precisamos dá o pontapé inicial,temos q tirar o nosso futebol do marasmo dos anos anteriores, avante papão nos de uma vitória a sua torcida e o futebol do nosso estado precisam disso, e q a imprensa ajuda e faça a parte dela,certo Zéca,um abraço e saudações rubro negras