Fim da crise no Moto, só depois do Carnaval

A diretoria do Moto só deve resolver o problema envolvendo o vice-presidente Carioca e os diretores Carlos Henrique Paixão (administrativo) e César Castro (futebol) depois do Carnaval. Na reunião realizada na sexta-feira à tarde, os dirigentes resolveram manter o técnico José Carlos Brasília até pelo menos a partida contra o Náuutico, dia 4 de março,… Continue lendo a matéria.