Crise administrativa no Imperatriz

Gerente de Futebol Emerson Mendes pediu afastamento do time do Cavalo de Aço por não concordar na mudança no Planejamento para a temporada 2009, além de divergências de idéias e maneira de trabalho do Presidente Léo Cunha.

– Acho que estou prejudicando o trabalho por isso é melhor sair – disse Emerson após anunciar a decisão.

Emerson aguarda a chegada do vice de futebol Ribinha Cunha que encontra-se em São Paulo e tem seu retorno previsto para amanhã para oficializar o pedido de demissão.

Seja o primeiro à comentar em "Crise administrativa no Imperatriz"