Brasília gostou, a torcida não

brasiliatecnico150209blog.jpgEmpate na estreia não estava nos planos do Moto Club. No entanto, foi este o resultado do duelo contra o Iape, atual campeão da Segunda Divisão. Para o técnico rubro-negro, Luís Carlos Brasília, a qualidade do adversário contribuiu para o resultado de 1 a 1.

– A equipe do Iape é muito qualificada. Tem jogadores muito experientes o que dificultou as coisas para gente – disse.

Brasília ainda revelou à reportagem da Rádio Mirante AM, que a ausência de alguns jogadores foi sentida pelo elenco, mas ressaltou os atletas que entraram em campo.

Nós enfrentamos muitas dificuldades com jogadores que a gente não pôde contar do nosso plantel. Mas, os garotos que entraram, honraram a camisa do Moto – comentou.

Para o treinador motense, se um time merecia sair do Nhozinho Santos com os três pontos, este seria o Moto. Brasília ainda pediu paciência para a torcida com relação ao time.

– No geral, estivemos um pouquinho acima. Tivemos um pênalti e tivemos algumas outras chances para vencer o jogo. Agora, a gente tem que ter um pouquinho de paciência, trabalhar e corrigir porque estamos no caminho certo – finalizou.

Redação: Paulo de Tarso Jr.

Uma resposta para "Brasília gostou, a torcida não"

  • ACR Motense

    Levando em conta o número de desfalques (o Moto jogou sem pelo menos cinco jogadores considerados titulares), o resultado não foi de todo ruim, principalmente em se tratando de uma estréia. Uma das vagas na fase final com certeza será do Papão. Só acho que Brasília tem que mandar o pessoal se ligar mais no jogo, tem hora que o time fica muito disperso em campo.
    Zeca, no gol do Iape Robson tava claramente impedido, o lance foi bem na minha frente.