Bolsa-Atleta terá mais R$ 40 milhões este ano

O programa Bolsa-Atleta, do governo federal, vai destinar até o final deste ano R$ 40 milhões para os mais de três mil atletas nacionais e internacionais que não recebem qualquer tipo de patrocínio para treinar no Brasil. Segundo o Ministério do Esporte, esse compromisso foi assumido pelo governo federal.

Hoje (17), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da solenidade de assinatura do Termo de Adesão do Programa Bolsa-Atleta, realizado no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. Durante a cerimônia, o presidente fez elogios ao programa e criticou a iniciativa privada, que “patrocina atletas já famosos ou que dão retorno econômico”.

O presidente também disse que pretende expandir o programa, levando a idéia para ser discutida com os prefeitos em Brasília, na Marcha dos Prefeitos. “Cada prefeito, se quiser, tem a sua pequena Bolsa-Atleta e pode criar condições para que os atletas de sua cidade possam competir”.

Embora ainda não seja uma realidade nos municípios brasileiros, a idéia do Bolsa-Atleta passará a ser adotada já no Estado de São Paulo. Segundo o governador José Serra, a idéia é que a bolsa seja destinada aos atletas paulistas que não conseguiriam receber o apoio federal.

Segundo o atleta Misael Conrado Oliveira, campeão paraolímpico do futebol de cinco para cegos, elogiou o programa. O Bolsa-Atleta “contribuiu para que nós tivéssemos, cada vez mais, o esporte virando política de Estado neste país”.

Segundo o ministro do Esporte, Orlando Silva, está é a primeira vez no programa que todos “os atletas que se qualificaram para receber a bolsa puderam recebê-la”.

“O orçamento que, há quatro anos era de R$ 6 milhões, este ano ultrapassou os R$ 40 milhões e permite que os atletas, sejam estudantes ou olímpicos, nacionais ou internacionais, possam receber a bolsa e todos os meses ter um apoio para continuar treinando e competindo”, disse o ministro.

Segundo o Ministério do Esporte, o programa oferece quatro categorias de bolsa: a olímpica e paraolímpica, com bolsas de R$ 2,5 mil; a internacional, de R$ 1,5 mil; a nacional, de R$ 700; e a estudantil, com bolsas de R$ 300.

Elaine Patricia Cruz
Repórter da Agência Brasil

Seja o primeiro à comentar em "Bolsa-Atleta terá mais R$ 40 milhões este ano"