Diretor da CBF descarta “tapetão” na Série C

O diretor técnico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Virgílio Elísio, jogou um balde de água fria nos torcedores do Remo que queriam entrar na Justiça comum contra a fórmula de disputa do Campeonato Brasileiro da Série C.

Nesta quinta-feira, Virgílio declarou que não existe a menor hipótese de a ação ir “para a frente”. Para ele, é melhor os clubes “tirarem o cavalinho da chuva” e guardarem dinheiro para a temporada de 2009. 
“Os times vivem uma grande crise financeira e é melhor usar o dinheiro que resta para comprar um bom técnico, formar um bom elenco. É melhor nem gastar dinheiro com advogado, pois a reclamação não tem o menor fundamento”.

Como foi eliminado na segunda fase da competição, o Remo não conseguiu garantir vaga na Série C de 2009, que será disputada por apenas 20 clubes. Assim, o clube não tem sequer a participação confirmada na recém criada Série D, competição na qual terá que conseguir vaga pelo campeonato estadual.Mas torcedores do Remo-PA prometem entrar na Justiça para manter o clube na Série C de 2009.

“Acreditamos que há fundamento. A Série C foi prevista de forma a não prever a Série D. Concluímos que há legitimidade e o processo vai tramitar na Justiça comum”, explicou o procurador público do arquipélago do Marajó, Alex Noronha, que afirmou ter sido procurado por torcedores dispostos a encontrar brechas na lei para que a ação seja bem sucedida.

O diretor técnico da CBF ainda mostrou indignação quanto à postura adotada pelos torcedores. “É sempre assim. Quando os times estão em campo, dependendo somente de si, ninguém reclama da fórmula da disputa. Daí bastou ficar fora, para reclamarem”, disparou Elísio, em entrevista ao repórter Leonardo Baran, da Rádio Bandeirantes, de Campinas. 

Fonte: Agência Futebol Interior

3 comentários para "Diretor da CBF descarta “tapetão” na Série C"

  • genilson

    Triste mesmo é ver que ainda existem torcedores que apóiam essa pouca vergonha. Os torcedores desses clubes, Santa Cruz-PE e Remo-PA, deveriam estar brigando era pela reestruturação das suas equipes, que estão sucateadas e sem condição de disputar nem mesmo seus estaduais. Ridículo é ver os motenses, que há muito tempo não sentem o gostinho de disputar uma competição nacional, declararem seu apoio a essa falta de seriedade.
    Contentem-se com seus titulos maranhenses e deixem de secar o Bolivão. Se vocês não tiveram competência de ganhar nada procurem se organizar e tentar, DENTRO DE CAMPO, algo melhor pra vocês.
    SAI PRA LÁ OLHO GORDO !!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • ARLEY

    ACHO REALMENTE ENGRAÇADO. O REMO CONSEGUIU A FAÇANHA DE CAIR CONSECUTIVAMENTE DE DUAS DIVISÕES EM UM ESPAÇO DE UM ANO. JÁ O SANTA CRUZ MERECE ESTAR NA LAMA. UM TIMINHO QUE OUSOU GOZAR DO NOME DO SAMPAIO CORREA FAZ SETE ANOS NÃO OBSTANTE POSSUIR UM ESCUDO MAIS PARECIDO COM UMA PLACENTA E QUE JÁ FOI ESCOLHIDO O MAIS FEIO DO BRASIL – BEM FEITO. DESCANCEM EM PAZ.. QUANTO AO MOTO, PERDOEM-ME, DIFICILMENTE VOLTARÁ A SÉRIE C SE NÃO CONSEGUIR GANHAR UM TÍTULO NACIONAL – COISA QUE PARECE NÃO SABER FAZER. LOGO, DAR APOIO AO MENCIONADO GRUPINHO ACIMA É RIDÍCULO. COTENTEM-SE COM O QUE POSSUEM.

  • Alan

    Ah, tá, o “todo-poderoso” Virgílio vai descumprir decisão judicial? DUVIDO! Ele vai é preso se descumprir. Não adianta, quem manda é a Justiça Comum e os torcedores vão entrar na Justiça e ganhar essa parada contra a CBF, que mudou a fórmula de disputa da série C por meio de um reles of’ício, algo absolutamente ilegal, nefasto e que já deveria ter sido banido do futebol. Quem manda, aliás, é a lei, é o Estatuto do Torcedor. Virada de mesa é isso que a cbf-zinha tá tentando fazer. Muita água ainda vai rolar debaixo da ponte e acho que esse tal de virgílio tem mais é que ficar calado mesmo, porque em boca fechada não entra mosquito!