Renato: ‘Quem tem que estar desesperado é o adversário’

Treinador lamenta atuação na primeira etapa, mas ‘garante que o torcedor que for ao Maracanã vai ter uma grande alegria’

renatogaucho.jpgSe no intervalo da partida contra a LDU, nesta quarta-feira, pela decisão da Libertadores, Renato Gaúcho pareceu revoltado –  “Faltou vergonha na cara” -, a entrevista coletiva após a derrota por 4 a 2, no estádio Casablanca, em Quito, revelou um treinador confiante ao extremo e com a língua afiada.

– Quem tem que estar desesperado é o adversário, que vai encarar o Fluminense no Maracanã e quase 100 mil pessoas. Temos mais 90 minutos. Não é momento de desespero. Só mando um recado para o torcedor: não deixe de ir ao Maracanã porque vão ter uma alegria, eu garanto. 

O treinador lamentou a atuação da equipe nos primeiros 45 minutos, mas não acredita que a situação atual seja pior do que a que enfrentou contra São Paulo e Boca Juniors.

– Em primeiro lugar, acho que o Fluminense começou muito mal. Tivemos quatro gols dos adversários em falhas nossas e conseguimos fazer dois gols. Já estivemos em situações muito piores na Libertadores, e o adversário conseguiu a vitória. Posso falar apenas que ainda temos mais 90 minutos no Maracanã.

Apesar de não falar abertamente, Renato Gaúcho identificou no segundo tempo situações que mostram que o Fluminense está com ‘pinta de campeão’.

– O gol do Thiago e a defesa do Fernando foram fundamentais. Alguma coisa lá em cima diz que a gente vai ser campeão.

Leia mais no Globoesporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Renato: ‘Quem tem que estar desesperado é o adversário’"