Iziane se arrepende, mas diz que não voltará à seleção de Bassul

Depois de discutir com o treinador Paulo Bassul e de ser cortada da seleção brasileira por ter se recusado a entrar em quadra, Iziane está arrependida. Depois da derrota para a Bielorrússia, a ala pediu desculpas ao grupo, mas afirmou que não voltará a defender o Brasil enquanto Bassul estiver no comando. Neste sábado, o programa Globo Esporte exibirá a entrevista com Iziane. Assista ao lado às imagens da discussão.

Tal atitude praticamente deixará Iziane fora das Olimpíadas de Pequim, caso o Brasil se classifique. A seleção precisa vencer a repescagem do Pré-Olímpico Mundial, em Madri. Neste sábado, enfrenta Angola, às 14h30m. A decisão da vaga será no domingo. O treinador já afirmou que, mesmo se o time conseguir a vaga, não a convocará.

– Essa é minha última atuação na seleção com o comando do Bassul. Eu me arrependo porque é uma situação ruim pra todo mundo, mas não dá pra voltar atrás – diz ela, em Madri.

Fonte: Globoesporte.com

Uma resposta para "Iziane se arrepende, mas diz que não voltará à seleção de Bassul"

  • Francisco Gaglianone

    É triste, deploravel a atitude da jogadora de basquete feminino Iziane, foi uma atitude de quem, em momento nenhum pensou na equipe e principalmente no seu Pais. Uma atitude mesquinha, egoista e individualista, essa atitude demonstra de forma inequivoca a falta de caráter, de vergonha e de dignidade. Ela não deveria nunca mais vestrir a camisa da seleção feminina de basquete, com o atual ou qualquer outro treinador e dirigentes… FORA…!!! IZIANE…NUNCA MAIS!!!