Brasil fracassa e perde para Venezuela

014832392-dp00.jpgAcredite se quiser! Foi um tropeço histórico. Com um futebol burocrático, sem qualquer inspiração, o Brasil perdeu nesta sexta-feira para a Venezuela por 2 a 0, em Boston, nos Estados Unidos. É a primeira derrota da seleção para o rival sul-americano na história. A grande quantidade de torcedores brasileiros que lotou o Gillette Stadium voltou para casa decepcionada. Mas, antes, as 54 mil pessoas presentes vaiaram bastante a equipe comandada por Dunga.

Agora, o Brasil terá dois duelos importantes pelos eliminatórias da Copa de 2010 contra o Paraguai, no próximo dia 15, em Assunção, e contra a Argentina, no dia 18, em Belo Horizonte. Os jogadores voltam dos Estados Unidos e se reapresentam nesta terça-feira para iniciar os treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis.

O chamado trio de ouro – Robinho, Alexandre Pato e Adriano – não levou o menor perigo para a Venezuela. E durou apenas 45 minutos. A seleção só melhorou quando Diego entrou no intervalo. Mas não foi suficiente para buscar o empate.

No primeiro tempo a impressão era que os times entraram em campo com as camisas trocadas. A Venezuela, com toques rápidos e envolventes, parecia ter mais a cara do futebol verde-amarelo. E o Brasil, sem criatividade e errando muitos passes, estava com jeito de país do segundo escalão do futebol sul-americano.

Aos cinco minutos, a surpresa. Após um escanteio para a seleção brasileira, a Venezuela saiu rápido em contra-ataque. Vargas deu um ótimo passe para o atacante Maldonado, que apesar de estar sozinho contra três defensores brasileiros, partiu livre em velocidade. E na saída de Doni deu um toque sútil por cima do goleiro para marcar: 1 a 0. E pela primeira vez na história de um jogo oficial, a Venezuela saia na frente da seleção brasileira.

Dunga aproveitou a partida para fazer experiências. Trocou nove jogadores em relação ao time que venceu o Canadá por 3 a 2 no primeiro amistoso. Apenas Gilberto e Robinho permaneceram. E o time sentiu bastante o desentrosamento no início da partida. As tentativas brasileiras eram em jogadas individuais. Principalmente de Robinho e Alexandre Pato. Mas os dois estavam pouco inspirados.

O primeiro e único lance de perigo da seleção só aconteceu aos 25 minutos. Adriano ajeitou para Anderson, que chutou rasteiro da entrada da área. A bola passou perto no canto esquerdo do goleiro Vega.

A defesa brasileira jogava em linha. E cada ataque venezuelano assustava. Henrique e Luisão não se acertavam. Rojas foi até a linha de fundo sem ser incomodado por Gilberto e cruzou. A defesa não conseguiu cortar, Daniel Alves ficou só olhando e Arango perdeu um gol feito ao tocar para fora, na pequena área, na cara de Doni. Mas o segundo gol era questão de tempo. Pouco tempo. E foi um golaço. Henrique perdeu a bola na intermediária. Vargas deu um drible espetacular em Luisão e chutou rasteiro da entrada da área no canto esquerdo de Doni. E o primeiro tempo terminou com muitas vaias para a seleção brasileira.

– Eles estão marcando muito forte. Temos que nos movimentar mais na frente e tocar a bola mais rápido para tentar furar esse bloqueio – disse Robinho no intervalo ao falar do baixo rendimento da equipe.

Leia mais no Globoesporte

Seja o primeiro à comentar em "Brasil fracassa e perde para Venezuela"