Procurador do STJD denuncia Andre Luis, Bota, Náutico e Federação Pernambucana

A confusão deste domingo no jogo entre Náutico e Botafogo, no estádio dos Aflitos, não vai sair barato para nenhum dos envolvidos. O procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, denunciou o zagueiro alvinegro Andre Luis, os dois clubes e a Federação Pernambucana de Futebol em diversos artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD)..

Andre Luis, que foi expulso, ofendeu a torcida timbu e acabou envolvendo-se em uma confusão com o Batalhão de Choque da polícia, foi denunciado nos artigos 250 (ato desleal ou atitude inconveniente – pena de um a três jogos); 251 (reclamação contra a arbitragem – um a quatro jogos); 252 (ofensas morais ao árbitro – dois a seis jogos); 258 (atitude contraria à disciplina ou à moral desportiva – um a dez jogos), e pode ser suspenso por até 23 jogos.

Seu clube, o Botafogo, não responderá pelo incidente, mas o atraso na volta para o segundo tempo não será perdoado. Terá de pagar multa de R$ 1 mil por minuto além do tempo regulamentar, de acordo com o artigo 215.

O Náutico está com a situação mais complicada. Vai pagar uma série de multas, e pode até perder alguns mandos de campo. O clube foi citado nos artigos 211 (deixar de manter o local com infra-estrutura necessária à garantia e segurança para a realização do evento, sob multa de R$ 1 mil a R$ 10 mil e interdição do local); 213 (deixar de tomar providências capazes de reprimir ou prevenir desordens – perda de mando de campo por um a dez jogos, além de multa de R$ 10 mil a R$ 200 mil); 206 (dar causa a atraso de início de jogo, por causa do Hino Nacional – pena de multa de R$ 1 mil por minuto).

A Federação Pernambucana também teve sua parcela de culpa, segundo Paulo Schmitt, e foi denunciada duplamente no artigo 232 (deixar de cumprir obrigação assumida em qualquer documento referente às atividades desportivas – multa de R$ 1 mil, além de indenização por prejuízos causados quando requerida).

Leia mais no Globoesporte.com

2 comentários para "Procurador do STJD denuncia Andre Luis, Bota, Náutico e Federação Pernambucana"

  • Fernando Azevedo

    Observar os fatos: Tudo causado pelo Jogador que joga em time do SUL e pensa que aqui no Nordeste só tem ajudante de Pedreiro, Se o jogo fosse em São Paulo e Jogador do Sporte, tava preso até hoje. A crônica de São Paulo e Rio estava elogiando a PM. A PM cumpriu a regra do jogo a atitude do jogador foi reprovavel e ele causou toda a confusçao. Se tivesse decido para o vestiario e não mostrado o dedo, nada disso teria acontecido. Parabens para a PM, para o Delegado e o Promotor que cumproram a LEI.

  • Washington

    Faltou multar a Polícia.
    Fala sério hein!