Caldeirão fervendo nos bastidores do Leão

Às vésperas do início do Campeonato Maranhense, o time do Bacabal, campeão da Taça Cidade de São Luís, ainda não reiniciou os treinamentos, o que só deve acontecer nesta quarta-feira à tarde com a reapresentação dos jogadores e da comissão técnica.

O atraso na reapresentação do BEC foi motivo de críticas do representante do clube na FMF, José Alberto de Moraes Rego. Em entrevista ao BLOG, o dirigente afirmou:

– O campeonato começa domingo e o Bacabal só vai se reapresentar na quarta-feira à tarde. Você ganha a Taça e dá 15 dias de folga. Isso é coisa de time amador. Como é que você pára 15 dias? É coisa de amadorismo. Time profissional faz até pré-temporada – disparou.

A declaração deverá piorar o relacionamento de José Alberto de Moraes Rego com o presidente do BEC, Francisco Rodrigues, que não seria nada cordial desde a Taça Cidade de São Luís.

José Alberto disse desconhecer as contratações feitas pelo Bacabal para o Estadual e Brasileirão.

– Ele (Francisco Rodrigues) começou a contratar sem me dizer coisa alguma. Eu não estou indicando ninguém. O presidente é quem manda e quem está fazendo as coisas. As contratações foram feitas pelo presidente e Dário Lourenço; e o Donizete Amorim que indicou um lateral. O Bacabal na posição que chegou precisa fazer um time melhor e não pior. O time vai ficar pior e muito, mas eu tenho certeza que na hora que o Bacabal perder, eles vão fazer uma avaliação do que estão fazendo e correr atrás de mim – afirmou.

Sobre uma possível saída do Leão, José Alberto respondeu:

– Eu não estou saíndo não. Fui para lá a convite do desembargador (Guerreiro Júnior) que também está meio chateado – disse.

O BLOG procurou ouvir o presidente Francisco Rodrigues que negou qualquer problema de relacionamento com José Alberto. Segundo Rodrigues, o Alberto não é diretor de futebol do BEC.

– Não há nenhum problema. Ele (José Alberto) foi indicado para ser o representante do Bacabal na Federação Maranhense de Futebol e nos ajuda muito na Federação. O diretor de futebol é o Manoel da Concórdia que foi indicado na chapa quando fui eleito presidente – disse.

O presidente do BEC disse que José Alberto não tomou conhecimento das contratações porque não o procurou.

– Ele está desafinado porque está desinformado e em momento algum telefonou para mim para saber sobre contratações – explicou.

Francisco Rodrigues disse que terá uma conversa que considera definitiva com José Alberto.

– Eu preciso dele na Federação, por isso vou chamá-lo para uma conversa porque eu não quero tirá-lo daqui, a não ser que ele queira sair – adiantou.

Ainda segundo presidente do BEC, os jogadores contratados deverão chegar a Bacabal nesta terça-feira. Os treinamentos serão iniciados na quarta-feira sob o comando de Dário Lourenco.

Rodrigues disse que o treinador campeão da Taça Cidade deverá reassumir o clube amanhã. Ele admitiu o interesse no retorno de Luís Carlos Wink, mas tudo vai depender do retorno de Lourenço. Para ele, Wink seria o número um em caso de desistência de Dário.

O BLOG preguntou a José Alberto sobre a especulação sobre o retorno de Luís Carlos Wink que foi rápido.

– Tenho o nome de um treinador melhor do que o Wink – afirmou.

A declaração mais uma vez evidencia mais uma vez a falta de sintonia entre os dirigentes.

2 comentários para "Caldeirão fervendo nos bastidores do Leão"

  • FURIA DO MEARIM

    O presidente Rodrigo está vacilando. Não gostei destes nomes.

  • SampaioTorcedor

    Zeca, veja o nivel dos jogadores que o Sampaio pretende disputar a serie C e ganhar,
    Eloir o mesmo do ano passado, quando a defesa era uma baba, ele está suspenso da pela expulsão contrao Rio Branco
    não jogou nehuma vez pelo Brasiliense e só conferir no site http://www.brasiliensefc.net/php/noticias