Copa do Brasil

Após maratona, Bota encara o River-PI

“O maior sonho do Botafogo”. Desta maneira o volante Túlio classificou a importância da para o clube, que, nesta quarta-feira, tem outro desafio na luta pelo inédito título da competição. Em Bacabal, no Maranhão, o Bota enfrenta o River-PI, às 19h30m, no Estádio Correão. Atração na cidade, o time do técnico Cuca enfrentou uma desgastante maratona desde o Rio de Janeiro, mas está confiante em um bom resultado. A equipe deverá, mais uma vez, ter três atacantes: Jorge Henrique, Fábio e Wellington Paulista.

O sonho alvinegro é conseguir uma vitória por dois ou mais gols de diferença para se classificar para as oitavas-de-final da sem precisar do jogo de volta. Quem passar enfrenta o vencedor do confronto entre Portuguesa-SP e Volta Redonda. No primeiro jogo, na Cidade do Aço, houve empate em 0 a 0.

No Bota, a intenção do técnico Cuca é manter a base que venceu o clássico com o Fluminense, no último domingo. O treinador espera escalar o time com três atacantes mais uma vez, mas espera o aval do departamento médico para confirmar Fábio, que sente dores no tornozelo. Caso ele não tenha condições, a tendência é que Édson seja escalado e o time atue com três zagueiros. Ferrero e Zé Carlos foram poupados e nem viajaram para o Maranhão. Alessandro e Túlio, que não enfrentaram o Flu, retornam ao time.

– A idéia é colocar o mesmo time, mas ainda tenho a dúvida sobre o Fábio, que está com dores no tornozelo – diz.

O volante Túlio, um dos mais experientes do grupo, espera que a equipe entre em campo alerta para evitar surpresas, que, vira a mexe, teimam em aparecer na , como o Santo André, em 2004, e o Paulista, em 2005.

– Sempre tem alguma surpresa na , é uma competição mata-mata. Estamos vacinados para isso não acontecer aqui no Botafogo. Ano passado, quando fomos eliminados pelo Figueirense, fomos muito mal no jogo de ida e comprometemos o jogo de volta – afirma.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em Tempo Real, e o SporTV transmite ao vivo, direto de Bacabal, no interior do Maranhão.

No River, Técnico garante que sabe tudo do Bota

O River já está em Bacabal desde domingo. O técnico Luiz Carlos Winck já treinou o Bacabal Esporte Clube e conhece bem o Correão, local da partida. Ele dividiu os treinos de segunda e terça feira para ajustar a parte ofensiva em um dia e a defensiva no outro.

– Conheço bem o Botafogo. É um time que tem qualidade em todos os setores. Dentre os times do Rio, é o que dá menos espaço. Vou mostrar aos jogadores na preleção o que podemos explorar – diz Winck.

O treinador tricolor terá a estréia do zagueiro Índio nesta quarta-feira para o compor o 3-5-2. Em compensação, são dois os desfalques. O volante Pires e o meia China não poderão entrar em campo porque estão suspensos.

Leia mais no Globoesporte.com

Fonte: Globoesporte.com / Foto: Lancepress

Seja o primeiro à comentar em "Copa do Brasil"