A polêmica foi parar nas arquibancadas

Não é das melhores a imagem das torcidas organizadas no futebol brasileiro. A idéia lançada pelo vereador Isaías Pereirinha não foi bem recebida por parte da grande maioria dos torcedores.

Mas o que pretende o parlamentar? Quer que os torcedores que fazem parte das torcidas organizadas pagem apenas meia-entrada. Seria uma espécie de contribuição com aqueles que fazem as torcidas organizadas.

Fui procurado por vários torcedores, em especial por aqueles que já fazem parte das organizadas. Ele temem que muita gente entre para a torcida, vá ao estádio pagando a metade do preço do ingresso, mas não venha a segurar sequer uma bandeira ou ajudar a gritar o nome do clube.

Outros defendem que cabe às torcidas organizadas buscar os seus patrocínios e ajudar o time do coração no estádio. Também existem os que acham que os clubes deveriam ajudar as organizadas nos custos com bandeiras, foguetes, enfim.

Finalmente, a maioria que ouvi bateu forte contra a torcidas organizadas. Elas serviriam apenas para incentivar a violência nos estádios de futebol. Não chegarei a tanto, mas já vi muita coisa desagradável provocada pelas organizadas. Já foi pior.

O fato é que no futebol maranhense tem muita gente entrando de graça. Se a idéia vingar a arrecadação dos clubes nas bilheterias será cada vez menor.

6 comentários para "A polêmica foi parar nas arquibancadas"

  • Bolívia Querida

    Zeca Soares,
    Olha eu não sou contra o projeto, as torcidas organizadas, não são como as do rio e são paulo, minas e outras, não participo de torcida organizada, mas conheço alguns da torcida, de tanto ir aos jogos, vejo que muito deles são jovens, claro, para gritar os noventa minuto, tem que ter muita resistencia, são eles que fazem a festa, tocam fogos, gritam, animam o time, pois o torcedor comun, aqui principalmente, não grita os 90 min. mesmo estando ganhando, e os rapazes da organizada muitos deles vivem de quem pagam o ingresso, eu mesmo já contribui com 1, 2 ingresso, pois para pagar 8 reais no domingo, na quinta, tem que ganhar bem, e gostar muito de futebol e eles estão lá sempre.
    Agora, a organização das torcidas tem que fichar com carteirinha apenas os que efetivamente participam da torcida, é simples, ou a cada jogos são vendidos os ingressos em separados só para eles, assim acredito, evitaria os penetras.

  • Anônimo

    O vereador está procurando mídia em periodo de eleição. Se ele quer aumentar o público no estádio esta não é a melhor forma. Como vice-presidente do Sampaio, ele deveria é ter feito time e não deixado o time ficar nessa situação crítica.

  • Anônimo

    Sou contra. Isso é tarefa das torcidas e dos clubes.

  • Anônimo

    Porque o vereador não pede a volta do NOTA NA MÃO?

  • André

    nosso cenário é bem diferente! nosso futebol só tem estádios vazios! as TO’s locais, claro que têm sua rivalidade, mas não são casos de polícia, como temos no rj, sp, ce, pa, etc.
    acho que os clubes poderiam liberar uma verba, bem controlada, com prestação de contas, as TO’s, para compra de materiais, bandeiras, ingressos para os jogos! por que não? saudades dos tempos que os estádios estavam cheios e os membros das TO’s são uns dos poucos que ainda amam nossos clubes de coração.

    não sou membro de nenhuma TO, muito pelo contrário, nem em SL eu moro mais!

  • motense

    A quantidade de público no estádio é diretamente proporcional ao atrativo que os times propiciam. Infelizmente, os clubes da capital não têm investido nos times, contratam sempre as mesmas caras e isso desestimula o torcedor. Tivessem Moto, a “coisa que não se pode falar o nome” e o mac montado times competitivos, com algumas novidades, o estádios estariam cheios.