Flaubert e Cosme foram os destaques do clássico Moto e MAC

O Moto venceu o clássico contra o MAC por 2 a 1 e conseguiu a reabilitação na Taça Cidade de São Luís. Dois jogadores brilharam durante a partida: o goleiro Flaubert e o atacante Cosme.

Flaubert fez pelo menos três grandes milagres. O principal deles aos 48 minutos do 2º tempo. O goleiro do Moto se esticou todo para evitar um gol certo de Jáder, após um chute de Jean Maranhense no travessão. Cosme entrou no 2º tempo e desequilibrou. Fez dois gols e mostrou porque deve ser titular no técnico Meinha.

No MAC, o destaque foi Beto. Acostumado apenas a destruir as jogadas do adversário, o volante atleticano saiu para o jogo e por duas vezes apareceu para finalizar e quase marcar o gol de empate. Veja os destaques do clássico.

Moto

Flaubert – Estava num dia inspirado. Evitou pelo menos três grandes chances de gol do MAC e operou milagres. Nota: 10,0

Jean Carioca – Aos poucos vai readquirindo a sua forma. O “xerifão” rubro-negro esteve muito bem na etapa final. Nota: 7,5

Lucas – Teve muito trabalho principalmente no segundo tempo, mas não comprometeu. Nota: 7,0

Carlinhos – Foi o mais fraco da defesa. Tentou sair jogando duas vezes e por pouco não complicou as coisas. Nota: 6,0

Betinho – Não apareceu para o jogo. Fraco no apoio e na marcação. Nota: 5,0

André Ramos – Melhorou um pouco em relação à primeira partida, mas ainda não foi aquele belo jogador da temporada passada. Nota: 6,5

Gegê – Foi bastante irregular durante o primeiro tempo até ser substituído. Nota: 5,5

Juninho – Mostrou que tem vaga no time titular. Esteve muito bem no início da partida. Criou várias jogadas, mas às vezes se mostrou
muito individualista. Nota: 7,5

Lúcio – Ainda não se acostumou com a antiga posição na lateral-esquerda. Foi pouco acionado. Nota: 6,0

Gabriel – Não era o seu dia. O garoto artilheiro perdeu várias chances de gols, mas também mostrou que tem vaga neste time. Nota: 7,0

Robson – Foi o pior em campo. Esteve apagado e sem motivação para um jogo que tinha características de uma verdadeira decisão. Nota: 3,0

Cosme – Foi o responsável pera virada rubro-negra não apenas pelos dois gols. Correu, marcou, criou e mostrou que tem mesmo o sangue
rubro-negro. Nota: 10,0

Israel – Precisa ter mais confiança em si. Às vezes parecia que estava dormindo em campo. Nota: 6,0

Arcinho – Entrou no meio-campo, mas parecia perdido. Não marcou e nem criou. Nota: 4,0

Maranhão

Raimundão – Não teve muito trabalho apesar do sufoco do ataque do Moto. Saiu precipitadamente no lance do pênalti. Nota: 6,0

Mário Júnior – Apenas discreto. Nota: 6,5

Osvaldo – Foi o mais fraco da defesa atleticana. Teve muito trabalho com Gabriel e Cosme. Nota: 4,5

Júnior Potiguar – Deu muito espaço aos atacantes do Moto. Nota: 5,0

Dentinho – Fraco no apoio e na marcação.
Nota: 4,0

Beto – Foi o melhor do MAC. Ganhou o duelo com Juninho e apareceu duas fezes como elemento surpresa para finalizar e quase marcar para o Maranhão. Nota: 9,5

Júnior Casquinha – Não repetiu a atuação da estréia contra o Sampaio. Pouco marcou e não apareceu para o jogo. Nota 4,0

Jean Maranhense – Deu muito trabalho à defesa do Moto. Criou várias situações de ataque e teve chance de marcar por duas vezes. Nota: 8,0

Joubert – Entrou no time pela primeira vez. Esteve muito inibido. Não apoiou, nem atacou. Nota: 4,0

Bruno Colinas – Não é o jogador que a torcida quer ver no ataque atleticano. Tem qualidades, mas ainda é muito cedo para ser titular no time. Nota: 5,0

Neto – Mostrou mais uma vez que é artilheiro. Não deu sossego aos zagueiros do Moto. Fez o seu terceiro gol na Taça Cidade. Nota: 8,5

Jáder – Tem que ser titular neste time. Com Jáder em campo o MAC é um, sem ele é outro completamente diferente e sem nenhuma criatividade. Nota: 8,0

Régis – Entrou no lugar de Júnior Potiguar. Não apareceu no jogo. Nota: 4,0

Armando – Teve perto de marcar o gol de empate do MAC. Nota: 5,0

Uma resposta para "Flaubert e Cosme foram os destaques do clássico Moto e MAC"

  • José Carlos Junior

    Lendo se Blog zeca e aprovei suas notas em relação aos jogadores, me pergunto se o Fontinelli assistiu outro jogo… Hoje no noticiario da manha ele enfatizou varias e varias vezes que o MAC merecia ter vencido o jogo e talz… e Não deu a minima na vitoria suada do Papão…

    Fora Alberto Ferreira !!!!

    José Carlos Junior