Fernando Sarney toma posse na vice-presidência da CBF

Em Assembléia Geral da CBF realizada no Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o presidente Ricardo Teixeira, eleito no dia 16 de julho de 2007, tomou posse para o mandato iniciado nesta quarta-feira e com término em 2015, na Assembléia Geral que julgará as contas do exercício de 2014.

Tomaram posse também para o novo mandato, todos eleitos na Assembl��ia realizada no dia 16 de julho de 2007, os cinco vice-presidentes da CBF: Fernando Sarney, Marco Antônio de Miranda Ferreira, José Maria Marin, Weber Magalhães e Fábio Marcel Nogueira. E ainda os integrantes efetivos do Conselho Fiscal, Antônio Carlos de Oliveira Coelho, José Antônio de Nascimento Brito e José Guilherme Ferreira. Os suplentes são Fábio Egypto, Paulo Eduardo da Costa Freire e Juracy Pedro Gomes.

Antes da cerimônia de posse, a Assembléia aprovou por unanimidade os itens constantes da Ordem do Dia: o relatório das atividades administrativas e financeiras do exercício de 2007, apresentadas pelo presidente Ricardo Teixeira, e as contas do Exercício de 2007, acompanhadas do balanço financeiro e patrimonial.

Ainda dentro da Ordem do Dia, foram eleitos os membros do Conselho Consultivo, constituído pelos seguintes presidentes de Federações: Região Norte, Carlos Alberto Ferreira (MA); Região Nordeste, Rosilene de Araújo Corrêa (PB); Região Centro-Oeste, Francisco Cezario de Oliveira (MS); Região Sul, Francisco Novelletto (RS), e Região Centro-Sul, Rubens Lopes, do Rio de Janeiro, que foi também o presidente da Assembléia.

Dirigentes exaltam liderança do presidente Ricardo Teixeira

Os discursos feitos pelo presidente da Federação do Espírito Santo, Marcus Antonio Vicente, pelos ex-vice-presidentes Emídio Perondi e José Sebastião Bastos, pelo vice-presidente empossado José Maria Marin e pelo representante do Flamengo, Walter D’Agostino (presidente do Conselho Deliberativo do clube), tiveram como traço comum o tom de exaltação à liderança e capacidade de comando exercidas pelo presidente Ricardo Teixeira, assim como a maneira brilhante com que conduziu a vitoriosa campanha do Brasil a sediar a Copa do Mundo de 2014.

O presidente Ricardo Teixeira agradeceu o apoio dos presidentes de Federações, sem o qual – ele ressaltou – seria impossível levar a bom termo a sua administração à frente da CBF. Ele exortou todos os presidentes a continuarem trabalhando unidos e com empenho para o êxito da Copa do Mundo de 2014, uma conquista que, conforme lembrou, é de todos os brasileiros.

Mais ainda do que contribuir para tornar possível o sonho de milhões de brasileiros, de ver 64 anos depois uma Copa do Mundo no país, o presidente Ricardo Teixeira disse que o futebol brasileiro tem dado mostras inequívocas da mais absoluta organização, que o põe à frente, em termos de representatividade, de muitas Confederações em todo o mundo.

O presidente Ricardo Teixeira citou como exemplo de organização e da seriedade ditadas pela CBF a forma consolidada e bem-sucedida que tornou o Campeonato Brasileiro um êxito em termos de público e interesse esportivo. E ainda lembrou o caos aéreo que tantos transtornos trouxe ao país nos dois últimos anos como um exemplo significativo, já que o futebol brasileiro foi o único segmento a não ser afetado.

– Naquele episódio, o futebol brasileiro deu uma prova da sua extrema organização. Apesar da situação crítica, em que muitas pessoas não conseguiram viajar, não houve uma só partida do Campeonato Brasileiro nas três Séries que começasse atrasada ou deixasse de ser realizada. O futebol, graças à competência de seus dirigentes, passou ao largo daquela grande crise.


Fonte: CBF News

5 comentários para "Fernando Sarney toma posse na vice-presidência da CBF"

  • Ricardo

    Fernando Sarney NUNCA fez nada pelo futebol maranhense e nem fará.Grande coisa esse filho da p*** ser Vice-presidente se nada faz pelos clubes do Maranhao.Vai f**** Sirlan Sousa que é melhor p****!

  • Anônimo

    Werlyn Sandro – Imperatriz

    Com certeza Fernando, vc disse corretamente, nem Advogar pelos times maranhenses este homem consegue.

  • Anônimo

    Fernando Saney e mer** é a mesma coisa.
    Ele tá mais para vice da confederação de Beach Soccer.
    Quando o Ricardão Teixeirão souber que ele nunca frequentou um estádio de futebol, vai saber o que é o cúmulo das maracutaia da CBF

  • Anônimo

    Sai de Baixo, tem m**** em toda Parte!

  • Jadiel

    Zeca, uma matéria desse tamanho para destacar quem nunca fez nada pelo nosso futebol é de um puxa-saquismo de fazer inveja. Modera cara!