Kléber Pereira garante o Santos a Libertadores

O Santos derrotou o Paraná, por 3 a 2, numa virada espetacular na Vila Capanema (ver melhores momentos ao lado), em tarde e noite de grande atuação do atacante Kléber Pereira, autor dos três gols do Peixe. Com a derrota, o Paraná – que no intervalo estava fora da zona de rebaixamento – poderá ser rebaixado na próxima quarta-feira, caso Corinthians ou Goiás vençam seus jogos contra Vasco e Atlético-MG, respectivamente. O Santos, por sua vez, se manteve na vice-liderança do Brasileirão, agora com 62 pontos, e garantiu a classificação para a Libertadores em 2008.

O jogo

Precisando desesperadamente de uma vitória para escapar do rebaixamento, o Paraná foi com tudo para cima do Peixe desde o primeiro minuto. O time santista, aparentemente relaxado por causa da derrota do Palmeiras – que também briga por uma vaga na Libertadores – cedia espaço aos paranistas, que quase abriram o placar aos cinco minutos. Fábio Costa saiu mal do gol e Giuliano, o melhor em campo na primeira etapa, quase marcou por cobertura.

Aos 19, Lima cabeceou de peixinho e obrigou Fábio Costa a fazer mais uma boa defesa. No minuto seguinte, o artilheiro Josiel fez boa jogada pela esquerda e chutou com muito perigo, mas Fábio Costa pegou firme, sem dar rebote. Depois de tanto ameaçar, o Paraná, enfim, conseguiu marcar, aos 30. Jumar cobrou falta pela esquerda, a bola desviou na zaga e entrou no canto direito de Fábio Costa.

A melhor chance santista só aconteceu aos 38. Kléber Pereira recebeu belo cruzamento do seu xará lateral e cabeceou com perigo: a bola saiu tirando tinta da trave esquerda de Gabriel. O atacante santista, irritado, ainda chutou a trave paranista.

Santos demora, mas acorda

No segundo tempo, apesar da bronca do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Santos voltou a mostrar um futebol sonolento. Como o 1 a 0 era satisfatório, o Paraná entrou no ritmo e poucas chances foram criadas no início da etapa final. A melhor delas surgiu aos 12 minutos: Kléber Pereira recebeu de Renatinho pelo lado esquerdo e chutou para grande defesa de Gabriel.

O Santos, então, acordou. Aos 19, Rodrigo Tabata soltou a bomba de fora da área, no ângulo direito de Gabriel, que se esticou todo e mandou para escanteio. Dois minutos depois, Kléber Pereira chegou a driblar o goleiro paranista, mas a bola correu muito e o atacante acabou sem ângulo para chutar, mandando a bola no pé da trave esquerda.

Paraná reage na hora certa

Quando parecia que o Santos empataria a partida, foi o Paraná que fez o segundo, num momento importantíssimo do jogo. Aos 25, Paulo Rodrigues cobrou falta pelo lado direito e mandou no ângulo oposto, para delírio dos torcedores na Vila Capanema.

Kléber Pereira brilha e Santos vira o jogo

A festa paranista, porém, durou pouco, porque Kléber Pereira resolveu acertar o pé e calar os críticos, com três gols em dez minutos. O primeiro, aos 28, escorando de cabeça um cruzamento perfeito de Petkovic. Aos 35, Kléber driblou Gabriel com a cabeça e só teve o trabalho de mandar para o fundo da rede. Três minutos depois, Renatinho cruzou pela direita e o matador santista completou de carrinho, para a festa, agora, da torcida santista no Paraná e em todo o país.

Fonte: Globoesporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Kléber Pereira garante o Santos a Libertadores"