Esperava mais do Bacabal e de Yan

O empate de 0 a 0, ontem à noite, no Estádio Nhozinho Santos foi ruim para Moto e Bacabal. As duas equipes precisavam da vitória para continuar subindo na tabela, mas não deu. Pior para o Bacabal de Luís Carlos Wink e do badalado Yan (ex-Vasco e seleção brasileira). O Leão continua na inconfortável 7ª colocação com 8 pontos e precisará vencer pelo menos dois dos três jogos que restam neste 2º turno e ainda torcer por uma combinação de resultados. Mas se vencer os três jogos garantirá a classificação.

No jogo de ontem, confesso que esperava muito mais do Bacabal. Não vi nada. Nem Yan jogou. O time do Wink foi acanhado durante 90 minutos e procurou apenas não perder o jogo. No segundo tempo, o sufoco rubro-negro foi tão grande que o técnico teve que colocar mais um zagueiro em campo (ficou com quatro).

Contratado para fazer a diferença, Yan não foi nem de longe aquele belo jogador que já vi vestindo a camisa do Vasco. Foi pouco acionado e fez apenas alguns lançamentos longos. E nada mais. Pouco para o tamanho do cartaz do rapaz no futebol brasileiro.

Seja o primeiro à comentar em "Esperava mais do Bacabal e de Yan"