Técnico maranhense assume o Paysandu

Agora é oficial. Sinomar Naves, que não conseguiu classificar o Time Negra (Paysandu B) para a primeira fase do Campeonato Paraense, não é mais treinador do Papão. O novo comandante do Bicola é o maranhense Sérgio Belfort, 48 anos, ex-técnico do Araguaína (TO), que deve chegar à Belém no início da manhã da próxima segunda-feira. O anúncio da troca no comando técnico do time foi feito na noite passada pelo diretor de futebol bicolor Luiz Omar Pinheiro.

Conhecido por trabalhos realizados à frente das principais equipes do Estado do Tocantins e do Maranhão, Belfort também quer fazer história no futebol paraense. “Espero desenvolver um grande trabalho”, disse o treinador, em entrevista por telefone ao Bola.

Alguns torcedores do Papão lembram do técnico graças a um episódio triste para o Papão: na penúltima rodada da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, o Araguaína (TO) de Sérgio Belfort bateu o Paysandu por 2 a 0 em plena Curuzu. No estádio bicolor, o treinador irá reencontrar o goleiro Anderson, o zagueiro Fabão e o lateral-esquerdo Leandro Cesar, com quem trabalhou no clube tocantinense.

Confira um pouco mais do treinador na entrevista a seguir:

Bola – Como surgiu o convite para comandar o Paysandu?

Sérgio Belfort – Tive uma conversa com um dos diretores de futebol por um bom tempo e aceitei. É mais um desafio na minha carreira e espero desenvolver um grande trabalho, afinal de contas, todo técnico gostaria de trabalhar no Paysandu.

Bola – O futebol paraense passa por um momento complicado com os dois grandes em crise. Isso assusta o senhor?

Sérgio Belfort – Todo treinador tem que estar preparado para tudo e comigo não é diferente. Tenho um planejamento para fazer parte do fortalecimento da tradição do futebol paraense e do Paysandu, que sempre será grande.

Bola – O senhor pretende trazer comissão técnica completa e uma lista de possíveis contratações?

Sérgio Belfort – Não. Primeiro tenho que analisar o que temos e respeitar os profissionais que já estão aí. Não costumo indicar jogadores indiscriminadamente.

Bola – Como começou sua carreira como técnico?

Sérgio Belfort – Primeiro comecei como preparador físico do Maranhão Atlético Clube em 1981, depois de estagiar no Vasco da Gama (RJ). Daí para a frente consegui bons resultados como comandante de outras equipes do futebol maranhense e tocantinense.

Fonte: Diário do Pará

Uma resposta para "Técnico maranhense assume o Paysandu"

  • Anônimo

    Por Werlyn Sandro Noleto Chaves – Imperatriz

    SÉRGIO BELFORT…

    É um excelente técnico e pode ajudar e muito o Paysandu a sair do buraco. Sérgio teve ótimas passagens no Imperaratriz e por último estava desenvolvendo um bom trabalho no Araguaína-TO.

    FMF…

    Não tem jeito. Já mecheu de novo no calendário. Os caras (Diretores de clubes) vão na FMF, fazem reunião, decidem o que é melhor pra eles e logo começam as alterações novamente. Vão se F**** bando de corno. Vcs querem é fazer onda com a cara do torcedor. Isso deve o dedo de Geografia. É ele quem arma a tabela do campeonato de acordo com as pretenções da Boiolívia Falida. Esse Jamenes é um Bundão, não manda nem na casa dele.

    SAMPANHA…

    Geografia decidiu que o Imperatriz deve jogar sua última em São Luís. Pois bem, provavelmente chegaremos classificados de Santa Inês e vamos fechar o caixão da Boiolívia dentro de seus domínios.

    RODADA…

    Mais uma que promente!

    TJD…

    Tá muito calado. Tão tramando algo. Eu sinto!

    Fui..