Bola dividida

Caro amigo Zeca,

Me dê sua opinião profissional. O Imperatriz só ainda não está classificado porque: 1º) No jogo de ida contra a “GA-TUNA” caiu um dilúvio e o Imperatriz não conseguiu vencer por conta da chuva. 2º) No jogo de volta contra o Rio Branco meteram a mão num gol do Imperatriz e ainda arrumaram um Penalt pro “Gato-Branco”. Então, quando jogamos contra o Sampaio, e diga-se de passagem com uma excelente habitragem, aí sim, mostramos nossa força, nosso futebol que é bonito de se ver e por pouco não ganhamos. Vc ainda tem dúvida de que não passaremos para próxima fase? A GA-TUNA ainda não jogou no Caldeirão do Diabo, e aqui a Chapa é quente amigo Zeca. A impresa televisiva tem que fazer uma reportagem especial sobre a Torcida do Imperatriz e mostrar pro pessoal do Sampaio, Moto e MAC pra eles conhecerem nossa força. Então me diga, o Imperatriz classifica ou não? Tenha um bom trabalho!!!!

Por Werlyn Sandro Noleto Chaves – Imperatriz-MA

****

De fato, a chuva atrapalhou o Imperatriz, mas também a Tuna Luso. Com um campo naquelas condições não tem futebol. São todos os jogadores segurando o resultado, mas enfim, o Cavalo de Aço levou um gol incrível e acabou perdendo de 1 a 0. No Acre foi aquele escândalo. Mas não sei porque a maioria dos times joga de um jeito em casa e de outro fora.

Na partida contra o Sampaio, o Imperatriz arriscou bastante ao poupar alguns titulares. O jogo era decisivo. Imagine que o Cavalo com o empate até poderá se classificar, mas se tivesse perdido para o Sampaio teria que vencer a Tuna de qualquer jeito. Achei que o Fito Neves mandou o time administrar o resultado. Se tivesse apertado mais poderia ter ganho e a tranquilidade seria ainda maior. Você lembra o que aconteceu em 2005 com o Tocantinópolis que eliminou o Imperatriz em pleno Frei Epifânio. Esses exemplos tristes precisam ser lembrados e algumas lições devem ser tiradas de lá.

E finalmente quanto à força da torcida Cavalina o Maranhão inteiro já conhece. Vocês sempre carregaram esse time no coração e agora não será diferente. No domingo, o Imperatriz terá onze jogadores em campo e pelo menos 12 mil fanáticos nas arquibancadas.

Não tenho a menor dúvida e acredito na classificação do Cavalo de Aço. O time é bom e está bastante motivado. Mas não existe essa de “já ganhou”. A torcida que com certeza vai lotar o estádio deverá ter toda paciência e jogar com o time como sempre faz. Todo jogador se sente motivado quando o Frei está cheio.

4 comentários para "Bola dividida"

  • J. Júnior

    Bem lembrado ZECA, aquele jogo de 2005 contra o TOCANTINOPOLIS foi uma das maiores decepções, temos que ter o pé no chão e paciência com o tme no jogo de DOMINGO, mas pode ter certeza que iremos lotar o estádio e empurrar o time do começo ao fim.

  • Anônimo

    Por Werlyn Sandro – Imperatriz

    Caro Zeca!

    Eu tinha esquecido daquele fiasco de 2005, confesso que chorei. Nossa, não gosto nem de lembrar! Casa cheia e o Tocantinópolis fez um gol que não existe, bola quiquada no meio da área e enganando todo mundo. Vixi, isola, sai pra lá, bate na madeira. Um grande abraço a vc Zeca e a todos que comentam positivamente o Imperatriz!

  • Anônimo

    Por Werlyn Sandro Noleto Chaves – Torcedor do Meu formoso Imperatriz

    Zeca Guru,

    Vc falou com muita propriedade quando citou a questão de poupar jogadores em partidas decisivas, bem como a questão de times jogarem de maneira diferente dentro e fora de casa. Oras bolas, cito o exemplo do Flamengo que jogava três vezes na semana com aquela gloriosa formação campeã mundial. Inclusive papando três títulos em apenas 21 dias, realmente foi um marco. Quanto aos times jogarem de maneira diferente, o Santos de pelé sempre jogava de uma forma, sempre atacando, já dizia Nelson Gonçalves “A melhor defesa é o Ataque”, poxa, o Santos levava 10 gols, mas fazia 11, são três pontos e acabou, num importa os tentos. Acredito eu que o Imperatriz deva sempre imprimir um rítimo forte e pra frente. Não tem essa de poupar Cristiano, Edson e companhia não. Jogador tá no time é pra jogar e acabou!

    Um abraço a todos da redação esportiva da Mirante!

  • Manuel Américo

    Chamar a Tuna Luso de “GA-TUNA” é no mínimo hilariante, para quem não conhece o futebol. A Tuna não conta com apoio de nenhuma verba dada pelo governo, seja municipal ou estadual. Portanto não entendi o “GA-TUNA”. Quanto ao jogo em Belém, a Tuna mandou no jogo do início ao fim, com raros ataques do time do Imperatriz. Penso que as ferraduras do chamado Cavalo de Aço, não foram bem postas. E o gol da Tuna foi incrível mesmo, um golaço!