Libertadores


Mano Menezes, técnico do Grêmio

É tempo de decisão! Num confronto que tem tudo para ser histórico, Grêmio e Santos estarão frente a frente nesta quarta-feira, às 21h45m (horário de Brasília), no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, para começar a decidir quem será o representante brasileiro na final da Taça . Ambos bicampeões, os rivais desta semifinal perseguem o tri para se igualarem ao São Paulo.

As duas equipes chegam à decisão com o moral elevado. Peixe e Tricolor estão se notabilizando pelas viradas heróicas. O Peixe passou sufoco nas oitavas-de-final, contra o Caracas-VEN, e nas quartas, contra o América-MEX. Nos dois jogos de volta, o time de Vanderlei Luxemburgo saiu perdendo, mas conseguiu virar e garantir a classificação. O Grêmio também se superou nas oitavas e quartas. Após perder os primeiros jogos para São Paulo e Defensor-URU, o time gaúcho conseguiu se superar nas duas partidas de volta e garantiu a classificação.

– São duas equipes fortes e equilibradas. O Santos mostrou força para virar os jogos e garantir sua classificação. Assim como o Grêmio. Vai ser um confronto muito igual – arrisca o lateral-esquerdo santista Kléber.

Para o técnico Mano Menezes, a estratégia do Grêmio é garantir um bom resultado em casa, onde ainda não levou gols na . Embora comande um time de viradas, o treinador gaúcho não quer mais saber de sofrer.

– Decidir na Vila Belmiro é uma desvantagem para nós. Por isso, precisamos fazer nossa parte no Olímpico. O torcedor será fundamental – afirma.

Mano mantém a indefinição sobre a presença do capitão Tcheco, lesionado. Por isso, o reserva Ramon está de sobreaviso. O atacante Amoroso, suspenso, é desfalque certo.


Vanderlei Luxemburgo, técnico do Santos

No Santos, o técnico Vanderlei Luxemburgo tem todos os seus jogadores à disposição e mandará a campo sua força máxima. Ele só não decidiu qual será a formação. É bem provável que Luxa opte por um time mais cauteloso e escale três zagueiros e deixe apenas Marcos Aurélio na frente. O time passou os dois últimos dias em Curitiba para fugir da pressão da torcida gremista.

Fonte: Globoesporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Libertadores"