Ministro conhece projeto da arena gremista

Grêmio quer que novo estádio seja uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, no Brasil

Arte do Projeto Olímpico do FuturoDurante reunião extraordinária do conselho deliberativo do Grêmio, o presidente Paulo Odone apresentou ao Ministro do Esporte, Orlando Silva Júnior, o projeto para a construção do novo estádio do clube. O representante do governo federal recebeu das mãos do dirigente o título de sócio honorário e uma camiseta do Grêmio com seu nome gravado às costas. A governadora do Estado, Yeda Crusius, também esteve presente no estádio Olímpico na noite desta segunda. As informações são do ClicRBS.

Durante seu discurso, Paulo Odone reiterou que a intenção do Grêmio é sediar alguns jogos na Copa do Mundo de 2014, que deve ser realizada no Brasil, único candidato oficial até o momento. O dirigente gremista também agradeceu a Orlando Silva pelo esforço para que o projeto da Timemania seja aprovado o mais rápido possível

– A gente sabe que o Inter optou por reformar seu estádio. Se terá verba para isto, não sei e nem vou entrar neste mérito. Mas nós vamos ter parceiros dispostos a investir neste projeto para a construção da arena. A nossa intenção é que nos jogos de Porto Alegre da Copa do Mundo de 2014, o estádio do Grêmio seja a sede – afirma Odone.

“Quando eu era o presidente, tinha a intenção de demolir o Olímpico. Mas eu seria considerado um criminoso pela torcida gremista.” – Fábio Koff, ex-presidente do Grêmio

Caso a arena seja mesmo erguida, é certo que os jogos da Copa em Porto Alegre serão no novo estádio, cujo projeto atenderá a todos os requisitos exigidos pela Fifa. No Beira-Rio, Orlando encontrou-se com o presidente Vitório Piffero. Mais moderno que o Olímpico, o Beira-Rio poderia receber partidas de um Mundial se passasse por reformas, mas não teria como competir aos olhos da Fifa com uma arena erguida visando à Copa.

– Isto é fato irreversível. O Grêmio construirá uma arena nos moldes que a Fifa exige. Acho que, até o fim de 2010, Porto Alegre terá um novo estádio, moderno e que gere receitas para o Grêmio – diz Odone.

Presente também na reunião, o presidente do Clube dos Treze, Fábio Koff, revelou que o projeto de uma nova casa para o Grêmio é antigo.

– Quando eu era o presidente, tinha a intenção de demolir o Olímpico. Mas eu seria considerado um criminoso pela torcida gremista. O Grêmio precisa de uma casa nova e que proporcione melhores condições para seu torcedor.

“Até o fim de 2010, Porto Alegre terá um novo estádio, moderno e que gere receitas para o Grêmio.” – Paulo Odona, presidente do Grêmio

Grêmio e Amsterdam Arena devem assinar contrato até o fim do mês de julho deste ano. A empresa fala em um prazo de dois anos até que o novo estádio fique pronto. O local da obra, que deve iniciar em 2008, ainda não foi decidido.

Fonte: GloboEsporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Ministro conhece projeto da arena gremista"