Treze anos de saudade

Fãs farão homenagem a Senna em Imola

Ayrton Senna será homenageado nesta terça-feira por seus fãs italianos. Um grupo de fãs do brasileiro fará uma cerimônia na curva Tamburello, no circuito de Imola, onde ocorreu o acidente do brasileiro, há treze anos. Os admiradores também vão colocar uma coroa de flores no monumento dedicado à memória do piloto na entrada do circuito, de acordo com a agência italiana “Ansa”.

O aniversário da morte de Senna ocorre poucos dias após a sentença da Suprema Corte italiana, que responsabilizou Patrick Head, diretor da Williams, pelo acidente fatal. Segundo o tribunal, a quebra da barra de direção causou a batida, por causa de modificações mal-projetadas e mal-executadas. Como o caso prescreveu devido aos treze anos transcorridos, ele foi liberado.

“Ayrton Senna tinha um carisma que Schumacher não foi capaz de transmitir” – Bernie Ecclestone, chefão da Fórmula 1.

Segundo Bernie Ecclestone, chefão da Fórmula 1, ele foi o maior piloto de todos os tempos, do qual nem Michael Schumacher se aproxima.

– Ayrton tinha um carisma que Schumacher não foi capaz de transmitir. Fernando Alonso ainda tem tempo para conquistar isso, mas ainda está muito longe de transmitir emoções parecidas às que Senna despertava nas pessoas – diz, em entrevista à agência italiana “Ansa”.

Fonte: GloboEsporte.com

Seja o primeiro à comentar em "Treze anos de saudade"