A briga só está começando

A vitória do Sampaio fora de casa contra o Imperatriz mostrou que teremos um 2º turno de Taça Cidade de São Luís bastante interessante. E só estamos na segunda rodada. Vem muita coisa aí pela frente nas cinco rodadas que ainda restam nesta 1ª fase.

Nos dois jogos este ano contra o Imperatriz, o Sampaio venceu por 2 a 1. Antes, o Cavalo já havia perdido em casa para o Moto por 2 a 1, também no Frei Epifânio D’Abadia. Depois, em São Luís, o troco e a conquista do título do 1º turno. O que prova o equilíbrio na competição.

O Moto venceu o Bacabal e segue com 100% de aproveitamento. Já podemos imaginar que a disputa pela 2ª vaga maranhense no Campeonato Brasileiro Série C (a primeira já é do Imperatriz) também será pra valer.

O Chapadinha que chegou à semifinal do 1º turno também venceu ontem e mostrou que está mais vivo do que nunca. E o Imperatriz, apesar da derrota já está na Série C e na final da Taça Cidade.

Violência policial

A nota triste da rodada foi a violência de um policial identificado por Pereira contra o jogador Cosme do Chapadinha. Durante uma discussão entre o jogador e um porteiro do Nhozinho Santos, Cosme levou a pior. Recebeu uma coronhada na cabeça e acabou levando cinco pontos. O fato provocou a revolta de dirigentes, jogadores e torcedores do Galo da Chapada.

Um dia depois, pouco se falou sobre o episódio. Apenas o jogador Cosme em entrevista à Rádio Mirante AM pediu desculpas por ter atirado uma garrafa d’água plástica contra o porteiro. Fato que teria provocado a agressão do policial.

Aliás, a violência policial nos estádios não é nenhuma novidade. A cena sempre se repete nas televisões. Gente que deveria ajudar a manter a ordem demonstrado total despreparo. Mas não seria justo da minha parte generalizar. Como em toda profissão e não seria diferente na polícia, também tem gente praticando o bem.

Seja o primeiro à comentar em "A briga só está começando"