Revolta geral


Não se fala em outra coisa. A reportagem do Pedro Bial mostrando que as piores estradas do planeta estão no Brasil e a pior estrada do país fica no Maranhão é assunto em todas as rodas de amigos.

No rádio, ouvi durante todo o dia de ontem, a opinião de maranhenses indignados com a situação da BR-316, como destacou o Jornal Nacional.

Como escrevi na quinta-feira, sabia que a repercussão seria enorme, afinal a reportagem foi mostrada para todo o Brasil. Por isso, ontem mesmo, o Denit já informou que a estrada será recuperada em um ano.

Leia o texto da reportagem de Pedro Bial: A Caravana JN enfrentou, ontem, uma provação no Nordeste brasileiro. Antes de partir para uma viagem, a equipe de Pedro Bial soube que encontraria pela frente, simplesmente, a pior estrada do Brasil. A pior estrada – de um país que tem algumas das piores estradas do planeta. É esse prodígio que a Caravana JN tem o desprazer de apresentar agora.

Como fazer 200 quilômetros em nove horas e meia? Voz oficial do poder público, o Dnit (Departamento Nacional de Infra-estrutura) diagnistica: a BR-316 é a pior estrada do Brasil. Não, para ser mais preciso esse trecho da BR-316 é só uma caricatura, sem graça, das estradas e da infra-estrutura do Brasil. Ah, outra piada de mau-gosto: posto fiscal.

Impossível andar a mais de 30 quilômetros por hora. De excesso de velocidade aqui não se morre, só que os assaltantes atacam a pé a qualquer hora do dia e da noite.

Uma hora e 25 minutos de viagem e 26 quilômetros percorridos. Os homens agüentam. As máquinas, não.

– O que aconteceu com seu caminhão?

– Pifou o rolamento.

– E agora para vir socorro, como faz?

– Só na rede, né?

Pode demorar.

“Eu estou aqui desde sábado. Ninguém passou aqui para me socorrer”, reclama um caminhoneiro.

Um caminhoneiro teve uma boa idéia. É de terra. Melhor.

Têm suas vantagens. Se o ilustre passageiro cansar do sacolejo, ele pode ir caminhando, se exercitando. A velocidade é a mesma do ônibus.

Somos saudados por gritos: “Mostra a vergonha do Brasil!”, “Mostra onde foram parar nossos impostos!”. Olha as placas de sinalização, os olhos de gato, as faixas no asfalto. Olha o asfalto. Olha a única estrada federal que liga o Maranhão ao Pará.

Advinha qual é o desejo desse povo: SOS.

Vamos começar a contar os dias a partir de hoje. Até 8 de setembro de 2007, vamos ficar atentos para o cumprimento dessa que parece ser mais uma promessa de campanha.

E você acredita na recuperação da BR-316? Qual é a sua opinião?

Uma resposta para "Revolta geral"

  • Conceição Castro

    Acreditar, é dificil Zeca, bom, mas quem sabe depois da passagem da Caravana, é usual nas administrações públicas essa prática de ações rápidas depois da exposição nacional!
    Durante o ano de 2004 trabalhei na região, viajava constantemente pela BR 316, e até hoje nada além das promessas eu pude ver feito para minimizar o sofrimento da população e dos que dependem daquele trecho rodoviário.