Maranhão de Reencontros tem variedade de ritmos na Lagoa


Com o Maranhão de Reencontros, até o dia 6 de junho os encontros dominicais terão muita música junina, animação, comidas típicas e várias atrações, com uma programação preparada para toda a família na Concha Acústica Reynaldo Faray, na Lagoa da Jansen.

O segundo fim de semana do Maranhão de Reencontros, neste domingo (26), terá: tambor de crioula,  grupo alternativo, dança e grupos de bumba meu boi. A partir das 17h30 apresentam-se o Tambor de Crioula Arte Nossa, Boi Pirilampo (alternativo), Grupo Marajunino, Boi Lendas e Magias (sotaque de orquestra), Cacuriá de Dona Teté, Boi da Maioba (sotaque de matraca).

Na Concha Acústica Reynaldo Faray (Lagoa da Jansen) há um telão de alta resolução, e toda a programação dos domingos será transmitida ao vivo pelas redes sociais do Governo do Maranhão.

O evento disponibiliza espaço de acessibilidade para portadores de necessidades especiais, que podem assistir à programação com tranquilidade, além de um intérprete de libras durante toda a programação.

Todos os eventos da Secretaria de Estado da Cultura abrem espaço para a geração de emprego e renda, e fortalecimento da economia. Na área de alimentação há uma tenda somente com beneficiários do programa Mais Renda.

Programação

17h30 Tambor de Crioula Arte Nossa
18h Boi Pirilampo
19h Marajunino
20h Lendas e Magias
21h Cacuriá de Dona Teté
22h Boi da Maioba

Foto: Divulgação

Publicidade

Prefeitura de São Luís inicia campanha de vacinação contra pólio

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), inicia, na próxima segunda-feira (27), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. O público-alvo são as crianças menores de 5 anos. O Dia D de divulgação e mobilização nacional será 8 de junho.

A vacina contra a pólio está disponível nas unidades da rede municipal de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, nas unidades Saúde na Hora, das 7h às 12h. Já o posto instalado no São Luís Shopping funciona de terça a sábado, das 10h às 16h. Para receber a vacina é necessário apresentar o cartão de vacinação e o documento de identidade da criança.

A ação é fundamental para reduzir o risco de reintrodução do poliovírus no Brasil, onde a doença foi considerada erradicada desde 1994, e o aumento da cobertura vacinal é a melhor estratégia para manter a situação.

Em São Luís, a meta da campanha é vacinar 65.592 crianças de 1 a 4 anos, e a Semus trabalha na sensibilização da população.

As crianças com menos de 1 ano de idade serão imunizadas com o esquema primário, que prevê três doses da vacina contra poliomielite. Enquanto as crianças entre 1 e 4 anos receberão a vacina oral (gotinha), de forma indiscriminada, desde que já possuam as três doses do esquema básico.

Foto: Divulgação

Publicidade

Lançamento da Academia de Vida esquenta São João da Thay

Faltando menos de um mês para o tão esperado “São João da Thay” toda a equipe que trabalha no evento já se encontra a mil com os detalhes, convites e formatação do evento que está cheio de novidades. Uma delas é o novo local: Shopping da Ilha. E mais: em novo local e com a novidade de que agora o evento terá dois dias Thay manda o recado: “como muitos pediram teremos agora mais um dia pra festejar, então teremos um festival, o Festival São João da Thay nos dias 7 e 8 de junho”

O São João da Thay entra em sua sexta edição que começou em 2017, mas com um hiato nos anos 2021 e 2022. O evento, que tem o objetivo de divulgar as belezas e cultura do Maranhão, fomentar a economia criativa, o comércio local e ainda com um caráter beneficente visto que o lucro irá pra uma causa social. Além de novo local “Espaço Reserva” do Shopping da Ilha com cerca de 300m², espaço bem maior, tem a novidade de mais shows.

E já pra dar um gostinho do que virá Thay preparou para este sábado 25, duas surpresas: Um esquenta a partir das 19h na loja do São João da Thay no Shopping da Ilha e o lançamento da Academia de Vida.

Academia de Vida

Uma das idéias em que Thaynara mais trabalha é a necessidade da valorização do maranhense e que isso comece desde a infância. Assim surgiu a ideia da Academia de Vida, uma academia voltada para a necessidade de eventos paralelos e ao longo do ano que atenda crianças e jovens que participam das manifestações culturais. Dentro dessa academia os jovens e talentos terão acesso a vários temas como cultura, arte, dança, auto-estima e muito mais sob a coordenação de Ana Paula Xongani:

Palestra de Abertura – 25/05 – 17h
ThayOG, Julia Passos e Gabriel Sá

Projeto de Vida – 27 e 28/05 – 08h às 12h
Samantha Almeida e Kellen Lopes

Audiovisual e Redes Sociais – 27 e 28/05 -14h às 18h
Isaque Mota e Reeh Augusto

Ilustração e Criatividade – 27 e 28/05 -14h às 18h
Gabriel Sá

Dança e Atuação – 29 e 30 das 08h às 12h
Camila Rocha

Construção de Texto de Impacto – 29 e 30/05 – 14h às 18h
Tia Má

Saúde Física e Mental – 31/05 e 01/06 – das 08h às 12
Sarah Aline e Fred Nicácio

Empreendedorismo – 31/05 e 01/06 das 08h às 12h
Heide Vieira

Beleza e Autoestima- 31/05 e 01/06 – das 14h às 18h
Roberta Freitas

Tour pela Cidade- 02/06 – 15h às 17h30
Anita Machado – Da Cor ao Caso

Madrinha 2024
Kellen Lopes

A Academia de Vida será realizada na loja do São João da Thay que fica localizada no Shopping da Ilha no piso L3.

Foto: Divulgação

Publicidade

Governo do Maranhão destinará R$ 133 milhões a municípios

O Governo do Estado do Maranhão, por meio da Procuradoria-Geral (PGE-MA), celebrou nesta sexta-feira (24) um acordo com a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) no valor de aproximadamente R$ 133 milhões.

Os recursos são provenientes de reparações do Governo Federal aos estados devido às mudanças na política do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), a partir da Lei Complementar 192/2022.

Segundo o Comitê Nacional de Secretários de Fazenda, Finanças, Receita ou Tributação dos Estados e do Distrito Federal (Comsefaz), as alterações impostas pela Lei Complementar causaram reduções estruturais nos orçamentos estaduais e municipais, retirando aproximadamente R$ 100 bilhões da arrecadação de ICMS por exercício fiscal.

Com o acordo firmado junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), a partir do mês de junho, os valores serão destinados aos municípios que aderirem à proposta, e serão repassadas em 7 parcelas iguais, de acordo com o perfil de cada município.

Segundo o procurador-geral do Estado, Valdenio Caminha, as cotas devem ser pagas até o final deste ano, sendo 20% do valor destinado automaticamente ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O restante dos recursos poderá ser utilizado para outros investimentos nos municípios.

De acordo com a Famem, cerca de 100 municípios já manifestaram intenção de aderir ao acordo. Para o presidente da federação, Ivo Rezende, o acordo é imprescindível para proporcionar dias melhores aos cidadãos.

“Fico muito feliz pela disposição do governador Carlos Brandão em sempre estar contribuindo com os municípios maranhenses. É o maior acordo da história já firmado no Maranhão”, ressaltou Rezende.

O procurador-geral Valdenio Caminha destacou o ineditismo da ação: “O Maranhão é o primeiro Estado a fazer um acordo desta natureza”.

Na próxima segunda-feira (27) o acordo seguirá para homologação pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

Foto: Divulgação

Publicidade

Prefeitos Hilton e Fernanda discutem sobre a ZPE de Bacabeira


Os prefeitos de Santa Rita e Bacabeira, Hilton e Fernanda Gonçalo, estiveram reunidos nesta sexta-feira, 24 de maio, com o governador Carlos Brandão no Palácio dos Leões para tratar dos próximos passos da discussão que envolve a implantação de grandes negócios na ZPE (Zona de Processamento de Exportação) de Bacabeira.

Além de Bacabeira, Santa Rita também será impactada diretamente, pois é município limítrofe.

A ZPE de Bacabeira é um projeto do Governo do Maranhão, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (Sedepe). O projeto estadual em Bacabeira prevê uma infraestrutura com oito milhões de m² de área locável, área alfandegária com três galpões de 1.800m², pátio para contêineres, heliporto, refeitório e espaço de eventos.

Segundo a Sedepe, a ZPE em Bacabeira tem potencial para atrair empresas nos setores de siderurgia e metalurgia, e ainda: indústrias de não ferrosos (alumínio), indústrias petrolíferas (refinarias), indústrias de alta tecnologia (eletroeletrônicos e espacial), além de investimentos em agroindústria alimentar, hidrogênio verde e indústria da transformação (como é o caso da indústria naval).

Além das novas vagas de trabalho, a ZPE-MA em Bacabeira também vai favorecer novas conexões rodoviárias, ferroviárias, portuárias e aeroportuárias.

Além de desenvolver a cultura exportadora e fortalecer a balança comercial, as ZPE contribuem para o desenvolvimento local e para a diminuição das desigualdades regionais, com difusão tecnológica e a criação de vagas de emprego.

Foto: Divulgação

Publicidade

CPI dos contratos emergenciais realiza primeira reunião na Câmara

A Câmara Municipal de São Luís realizou na manhã desta quinta-feira (23) uma reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) responsável por investigar possíveis irregularidades nos contratos firmados pela Prefeitura da capital. Esse foi o primeiro encontro após a definição da composição dos membros da CPI.

Na ocasião, os parlamentares elegeram o vereador Álvaro Pires (PSB) como presidente da Comissão, que por sua vez escolheu Astro de Ogum (PCdoB) para ser o relator. O vereador Pavão Filho (PSB) foi escolhido como vice-presidente. A comissão também é composta por Daniel Oliveira (PSD), Ribeiro Neto (PSB) e Thyago Freitas (PRD).

Álvaro Pires informou que agora vai elaborar o plano de trabalho da comissão contendo o cronograma e as próximas etapas da CPI. Ele acrescentou que a próxima reunião está prevista para acontecer quarta-feira (29), a partir das 14h, e que vão deliberar sobre as primeiras oitivas das pessoas envolvidas nos contratos sem licitações que levantaram suspeitas de irregularidades.

“Nós estamos praticamente findando um mandato e a Prefeitura ainda insiste em fazer contratos emergenciais, sendo que isso não é a regra. Mantendo esses contratos emergenciais, adesões de atas e as dispensas de licitações automaticamente ele está dispensando a Comissão Permanente de Licitação (CPL) do município”, disse.

Para Álvaro Pires, essas movimentações são estranhas e geram dúvidas. “O que leva à estranheza, que é um dos motivos para trazermos essa CPI, é que toda a CPL foi demitida, foram demitidos 16 membros. A gente precisa entender de fato o que aconteceu, a sociedade precisa saber. Foi através de uma denúncia de dispensa de licitação de um contrato emergencial de uma empresa, que foi chamada para prestar serviços no valor de 18 milhões de reais, que gerou todo esse problema”, acrescentou.

CPI

O objetivo da Comissão é investigar os contratos firmados pelo executivo, em especial a prática de contratos emergenciais desde o início da gestão do prefeito Eduardo Braide (PSD), em 2021. O prazo para a conclusão dos trabalhos da comissão é de até 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período.

Foto: Fabrício Cunha

Publicidade

Brandão comemora criação da Zona de Exportação em Bacabeira

O Governo Federal aprovou a criação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) no município de Bacabeira. Em reunião realizada nesta quarta-feira (22) em Brasília, o Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE) validou a implantação da ZPE do Maranhão, área de livre comércio com o exterior, que permite a instalação de projetos industriais com potencial mapeado de R$ 15 bilhões em investimentos, e geração de mais de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Com a aprovação da criação da ZPE de Bacabeira, o CZPE poderá avaliar a instalação de projetos industriais na região. O primeiro projeto já foi apresentado ao Conselho Nacional, prevendo a instalação de uma refinaria modular de combustível, com potencial de produção de combustível sustentável para aviação (SAF, sigla em inglês para Sustainable Aviation Fuel).

O CZPE é um órgão deliberativo da estrutura do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) e é a principal instância decisória da Política Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (ZPE).

“O regime das Zonas de Processamento de Exportação é um importante instrumento para promoção da industrialização do país, com foco em produtos e serviços brasileiros com atratividade internacional”, afirmou o secretário-executivo do MDIC, Márcio Elias Rosa, durante a reunião que aprovou a criação da ZPE em Bacabeira.

O governador Carlos Brandão comemorou a aprovação da instalação da ZPE em Bacabeira. “Uma boa notícia a aprovação da ZPE do Maranhão. Agora é realidade. A aprovação da ZPE para o município de Bacabeira vai ser um marco na história do Maranhão. A ZPE vai atrair centenas de empresas e vai gerar milhares de empregos. Não tenho dúvida que com a ZPE nós seremos altamente competitivos, por meio da exportação de produtos que terão isenção fiscal. Portanto, as empresas vão se dirigir ao Maranhão, serão muito bem recebidas e o Estado já oferece muita segurança jurídica e política. Estou muito otimista. Esse é um momento novo na história da indústria do Maranhão”, destacou Brandão.

ZPE do Maranhão

A ZPE-MA é um projeto do Governo do Maranhão, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Programas Estratégicos (Sedepe). O projeto estadual em Bacabeira prevê uma infraestrutura com oito milhões de m² de área locável, área alfandegária com três galpões de 1.800m², pátio para contêineres, heliporto, refeitório e espaço de eventos.

Segundo a Sedepe, a ZPE em Bacabeira tem potencial para atrair empresas nos setores de siderurgia e metalurgia, e ainda: indústrias de não ferrosos (alumínio), indústrias petrolíferas (refinarias), indústrias de alta tecnologia (eletroeletrônicos e espacial), além de investimentos em agroindústria alimentar, hidrogênio verde e indústria da transformação (como é o caso da indústria naval).

Para o titular da Sedepe, secretário José Reinaldo Tavares, a implantação da ZPE do Maranhão é a realização de um “sonho de mais de 50 anos” e significa mais investimentos, empregos e tecnologia.

“Hoje é um dia de muita alegria para todos nós, o sonho de mais de 50 anos se tornou realidade. Uma ZPE significa atração de investimentos, de empregos e de empresas de alta tecnologia. A ZPE é fundamental para o Maranhão, principalmente nessa hora de transição energética. A principal demanda para a ZPE são empresas que querem produzir hidrogênio verde, querem descarbonizar a indústria, e isso é uma dádiva que o Maranhão vai comandar”, avalia Tavares.

Além das novas vagas de trabalho, a ZPE-MA em Bacabeira também vai favorecer novas conexões rodoviárias, ferroviárias, portuárias e aeroportuárias.

Mais sobre as ZPE

Além de desenvolver a cultura exportadora e fortalecer a balança comercial, as ZPE contribuem para o desenvolvimento local e para a diminuição das desigualdades regionais, com difusão tecnológica e a criação de vagas de emprego.

Segundo o MDIC, a produção no espaço da ZPE, destinada à exportação, garante às empresas suspensão do recolhimento de IPI, Pis-Cofins, Imposto de Importação e AFRMM (Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante) na aquisição de insumos e matérias primas, com a conversão em isenção ou alíquota zero no caso de posterior exportação do produto final.

Enviado do meu iPhone

Publicidade

Prefeitura de Pinheiro prorroga inscrições para concurso público

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, anunciou o adiamento das inscrições para o concurso público na cidade.

A nova data para finalizar as inscrições será no dia 07 de junho, gerando mais oportunidades para novas inscrições.

“Temos uma ótima notícia! As inscrições para o concurso público de Pinheiro foram prorrogadas até o dia 07/06/2024. Se você ainda não fez sua inscrição, essa é a sua chance de garantir uma oportunidade”, destacou Luciano Genésio.

Foto: Diuvlgação

Publicidade

Caravana Fome e Sede de Justiça alcança 60 mil atendimentos gratuitos


A Caravana Fome e Sede de Justiça, a maior ação social do Maranhão, já realizou mais de 60 mil atendimentos gratuitos em diferentes áreas, demonstrando impacto significativo na vida dos maranhenses atendidos. Desde o início do projeto, em janeiro deste ano, a Caravana visitou as cidades de Bacabal (8.408 atendimentos), Colinas (10.882 atendimentos), Chapadinha (10.719 atendimentos), Barreirinhas (10.773 atendimentos), Itapecuru-Mirim (13.305 atendimentos) e Barra do Corda (12.788 atendimentos), oferecendo uma ampla variedade de serviços gratuitamente.

Agora, a Caravana se prepara para sua próxima edição em São Mateus do Maranhão. Nos dias 31 de maio e 01 de junho, a população da cidade e da região terá acesso a diversos serviços, como: atendimento de saúde para toda a família, mutirão de catarata e pterígio, consultas odontológicas, consultas com oftalmologistas e escolha da armação de óculos, atendimento para gestantes, espaço de saúde do homem, exames médicos, orientação jurídica, assistência social, recreação infantil, entre outros.

“Convidamos todos os moradores de São Mateus e regiões vizinhas para participar desta iniciativa que transforma vidas. Será um marco na série de ações sociais que a Caravana Fome e Sede de Justiça está realizando em todo o Maranhão com o apoio do governo do estado, prefeituras, instituições parceiras, voluntários, profissionais e colaboradores”, destacou a Senadora Eliziane Gama.

A Caravana Fome e Sede de Justiça é uma realização das Igrejas Evangélicas do Maranhão e da Federação das Entidades Cristãs do Maranhão (FECMA), com o apoio da Senadora Eliziane Gama, do Governo do Estado e das prefeituras municipais. Em São Mateus do Maranhão, conta com o apoio da Prefeitura da cidade e do Prefeito Ivo Rezende. A Caravana é fruto da união e parceria com as seguintes instituições: Defensoria Pública; Tribunal de Justiça do Maranhão; Equatorial; FIEMA; SESI; SENAI; Fecomércio; SESC; SENAC; Superintendência Federal da Pesca; IFMA; UFMA; UEMA; IEMA; URE/Seduc; Viva/Procon; SEDES; SEMU; SECAP; SINE; Inmeq/MA; Mateus Supermercados; Correios; Cruz Vermelha e SACBB. A iniciativa busca atender os maranhenses em situação de vulnerabilidade social, oferecendo serviços essenciais e propagando o amor e a justiça social.

Cruzada Evangelística

O evento em São Mateus do Maranhão será concluído com uma grande cruzada evangelística, contando com a presença da Banda Som e Louvor, uma das maiores bandas evangélicas do Brasil. Esse será um momento de celebração a Deus aberto a toda a comunidade. A ministração da Palavra será com o Evangelista Rosielson Campos. O evento tem a realização das Igrejas Evangélicas da cidade e conta com o apoio da Assembleia de Deus em São Mateus e do seu colegiado de pastores, presidida pelo Pastor Israel Silvestre.

Os dois dias de ação social e a Cruzada Evangelística serão realizados no Espaço Cultural de São Mateus, localizado na Avenida Antônio Aragão, próximo a BR 135.

Foto: Divulgação

Publicidade

Porto do Itaqui avança na implantação do Plano de Descarbonização

O Porto do Itaqui deu um passo significativo em sua jornada de descarbonização. Nessa quinta-feira (23), a Valenciaport, parceira estratégica, concluiu com sucesso a fase de diagnóstico do plano abrangente de descarbonização que tornará o Itaqui o primeiro porto público do Brasil a ter um Plano de Descarbonização. Esta etapa envolveu o mapeamento das emissões de gases de efeito estufa (GEE) em todo o complexo portuário, abrangendo desde as operações portuárias até os diversos atores da comunidade do porto.

Os resultados do diagnóstico e as estratégias propostas para a segunda fase do plano foram apresentados à diretoria da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), que administra o Porto do Itaqui. Em seguida, os representantes da Valenciaport estiveram com os operadores portuários e demais membros da comunidade portuária para compartilhar os resultados do diagnóstico e discutir as ações conjuntas para a aplicação da estratégia.

A conclusão da fase de diagnóstico representa um marco importante para o Porto do Itaqui, que será o primeiro porto público brasileiro a implantar um plano de descarbonização. Com base em dados precisos e abrangentes, será possível traçar um caminho estratégico para reduzir significativamente as emissões de GEE, construindo um futuro portuário mais verde e sustentável para as próximas gerações.

O presidente do Porto do Itaqui, Gilberto Lins, destacou a importância do projeto: “Com esse plano, o Porto do Itaqui incentivará outros portos e empresas a promoverem a defesa do planeta e práticas ESG. Além disso, um porto comprometido com a redução de emissões torna suas cargas mais competitivas. Seguimos a orientação do governador Carlos Brandão em busca de desenvolvimento sustentável”, frisou.

Bruno Mota, diretor de planejamento e desenvolvimento do Porto do Itaqui, reforçou a importância de considerar todos os dados coletados: “Diversas áreas realizaram levantamentos, e o setor portuário não apenas planejou o aumento do potencial de movimentação, mas o fez com um foco no desenvolvimento sustentável de toda a região”, destacou.

Colaboração Internacional

A Fundação Valenciaport – um instituto de pesquisa e inovação vinculado ao maior porto da Espanha, o Porto de Valência -, tem sido um parceiro estratégico. “Nos próximos meses, estaremos diretamente envolvidos na elaboração do plano, que inclui um conjunto de ações e investimentos”, ressaltou Jonas Mendes Constante, diretor do projeto da Fundação Valência Port.

Com a conclusão da fase de diagnóstico, o Porto do Itaqui estará, em breve, preparado para avançar na implementação do Plano de Descarbonização, alinhando-se aos objetivos globais de redução de emissões de GEE e desenvolvimento sustentável.

O esforço pioneiro do Porto do Maranhão o posiciona como um líder na promoção de práticas ambientais responsáveis no setor portuário, o que deve inspirar outros portos e empresas do setor a seguirem o mesmo caminho.

Foto: Divulgação