Braide comemora aprovação do uso das vacinas pela Anvisa

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos) comemorou, Neste domingo (17), a autorização pela Anvisa do uso das vacinas contra a COVID-19, de Oxford (Fiocruz) e CoronaVac (Butantan.

“Vacinas aprovadas! A Anvisa acaba de autorizar o uso das vacinas de Oxford (Fiocruz) e CoronaVac (Butantan) no Brasil. Tão logo as doses cheguem a São Luís, iniciaremos a vacinação, seguindo o nosso plano municipal, em acordo com as diretrizes nacionais. Estamos prontos!”, destacou Braide.

Durante a semana, Braide já havia afirmado reunião com o ministro Eduardo Pazuello que a vacinação teria início em São Luís na próxima quarta-feira (20).

Na última sexta-feira (15), o prefeito eduardo Braide apresentou o Plano Municipal de Vacinação contra o novo coronavírus. A primeira fase da campanha deverá durar sete semanas e contemplará profissionais da saúde e idosos acima de 60 anos residentes em instituições de longa permanência.

O plano inclui a criação de um Centro Municipal de Vacinação para centralizar o atendimento, além de assistência médica ao longo de todas as etapas da imunização para garantir a efetividade das vacinas.

A imunização da população ludovicense está prevista para começar na quarta-feira (20), segundo cronograma elaborado pelo Ministério da Saúde.

Foto: Divulgação

Publicidade

Flávio Dino defende medidas protetivas, mesmo com vacina

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), destacou neste domingo (17), nas redes sociais, o início da vacinação contra o coronavírus no país.

Segundo Flávio Dino, mesmo com a vacina, a manutenção das medidas protetivas precisam continuar por muito tempo.

“O início da vacinação contra o coronavírus é uma grande conquista e uma vitória contra o negacionismo homicida. Mas lembremos que é o início de um longo processo. Portanto, as medidas protetivas devem ser mantidas ao máximo quanto possível”, disse.

Foto: Reprodução/TV Mirante

Publicidade

O Enem na pandemia

Por Felipe Camarão

O Enem chegou! Desde que foi criado, em 1998, essa é a primeira vez em que o Exame Nacional do Ensino Médio será aplicado no ano seguinte, após um difícil período letivo pandêmico, marcado por incertezas e impactos negativos para a educação. Um cenário desafiador, porém, enfrentado com protagonismo pelo Governo do Maranhão, que decidiu, ainda nos primeiros dias de suspensão das aulas presenciais, em 2020, reunir todos esforços possíveis para minimizar perdas e desigualdades educacionais de acesso e oportunidades aos estudantes da rede pública estadual de ensino.

Embora a posição do Governo do Maranhão, na pessoa do governador Flávio Dino, e minha, como secretário de Educação, seja pela não realização do exame, neste momento, o Estado trabalhou incessantemente para democratizar e tornar acessível as aulas remotas e preparatórias para essa edição do Enem. O governador Flávio Dino determinou que a Secretaria de Estado da Educação empreendesse uma série de ações como a aquisição pioneira de 90 mil chips com pacote de internet, renovável a cada mês, aos estudantes da 3ª série do Ensino Médio; a produção e veiculação de videoaulas pela TV Assembleia, aulas pelas rádios Timbira e Mirante AM, e no canal da Seduc no Youtube, diariamente, com conteúdo para o Ensino Médio e específicos do terceirão. Nos meses de julho e agosto, os estudantes maranhenses contaram com a edição online do “Terceirão Não Tira Férias”, com aulões em lives semanais e distribuição de apostilas impressas aos estudantes, um trabalho aprimorado e executado por uma equipe de professores experimentados em pré-vestibulares.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, também, idealizou e lançou, em outubro, o Pré-vestibular Gonçalves Dias, uma plataforma com um rico e vasto conteúdo, para oportunizar aos estudantes maranhenses e de todo o Brasil uma preparação aprofundada e igualitária para o Enem. Tudo isso de forma gratuita. São mais de 500 videoaulas, cerca de 150 apostilas e mais de 2.700 questões comentadas, em vídeo e texto, além dos aulões ao vivo, todo sábado, bem como revisões de véspera para as provas, como a que ocorreu nesse sábado, dia 16, e a próxima, no dia 23.

Além de todo esse esforço, as gestões escolares foram orientadas a realizar ações focadas no preparatório para o Exame, de forma que possibilitem, ainda mais, o bom desempenho dos estudantes nas provas. No caso de aulões e revisões presenciais, foram adotados todos os protocolos de distanciamento, uso de máscaras e demais medidas de prevenção ao novo coronavirus.

No mês de dezembro, estive em Timon para acompanhar, de perto, um movimento importante realizado em nossas escolas, com a parceria da prefeitura municipal, o Aprova Timon, que vem garantindo, todo ano, o ingresso de centenas de jovens timonenses ao ensino superior. Aproveito para sublinhar nossa gratidão aos professores, coordenadores e à gestão municipal pelo trabalho conjunto para aprovação dos nossos estudantes no Enem.

O leque de ações executadas pela rede estadual de ensino do Maranhão só foi possível graças ao engajamento dos nossos docentes e equipes gestoras, associado ao interesse do estudante, com o desejo de superar as barreiras de contatos físicos e presenciais nas escolas. Além do envolvimento de todos, na busca ativa escolar daqueles que, por algum motivo, pensaram em desistir ou estavam distantes do vínculo com a escola.

Notadamente, registro, aqui, minha gratidão a toda a comunidade escolar da rede, por chegarmos, até aqui, juntos, reinventando-nos com a superação dos nossos próprios limites, o que nos tornou muito mais fortes para este novo ciclo de 2021. Aos estudantes, que farão o Enem, desejo tranquilidade, firmeza e muito sucesso nas provas. Contem sempre comigo!

*Felipe Camarão é secretário de Educação do Maranhão

Publicidade

Calvet Filho quer promover acervo histórico de Rosário

O Secretário de Cultura e Turismo de Rosário, Michel Soares, recebeu a visita do historiador e arqueólogo Arklei Marques.

Em pauta a implantação de parcerias no município com o intuito de preservar o vasto acervo histórico que ainda é desconhecido por muitos.

“Tivemos a honra de receber em nossa cidade o historiador e arqueólogo Arklei Marques. Estamos confiantes que uma grande parceria será formada para explorar as riquezas da nossa querida Rosário”, destacou Michel Sousa.

Rosário é uma das cidade mais antigas do estado do Maranhão.

O prefeito Calvet Filho anunciou em sua posse que promoverá o desenvolvimento do Turismo da cidade com o intuito de gerar emprego e renda no município.

Foto: Divulgação

Publicidade

Luciano Genésio prega união após eleição da Famem

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), hoje a maior liderança política da Baixada Maranhense, foi decisivo para reeleição do prefeito Igarapé Grande Erlânio Xavier no comando Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem).

Luciano também foi eleito como vice-presidente ao lado de Erlânio. A diferença entre as duas chapas foi de 16 votos. Bem articulado, Luciano conduziu a campanha de Erlânio na Baixada, conquistando a maioria dos votos dos prefeitos para Chapa 1: “Sálvio Dino – Municipalismo na Prática”.

Durante o discurso após o resultado da eleição, o prefeito Luciano convidou os prefeitos a desmontarem o palanque. “É hora de nos unirmos, porque não há separação na Famem, e sim unidade, a Famem é dos prefeitos”, disse o prefeito Luciano.

O prefeito de Pinheiro, agradeceu ao prefeito Erlânio pela confiança e garantiu “juntos faremos um excelente trabalho”.

Foto: Divulgação

Publicidade

Quando Trump for para Miami

Por José Sarney

A paisagem mundial ainda está dominada pelas travessuras do Trump, que culminaram num episódio a que ninguém no mundo pensava assistir depois que os ingleses começaram a estruturar o governo democrático, há oitocentos anos, passando pela Carta do Rei João, a Revolução Gloriosa, a consolidação da Independência das Colônias Americanas — com as ideias então estruturadas a partir do rascunho da Declaração de Independência de Thomas Jefferson — e a Convenção de Filadélfia, que dominaram o pensamento político do mundo ocidental a partir das liberdades individuais e econômicas.

Quem poderia imaginar que, depois das lutas pela democracia, iríamos assistir a um Presidente dos Estados Unidos pregando a invasão do Congresso e, para ficarmos mais chocados ainda, veríamos a imagem de forças militares deitadas nos corredores do Capitólio como se ali fosse um acampamento militar?

Em menos de dez dias esperamos que essa pressão que varre o mundo desapareça com a posse de Biden e que se possa criar um clima com menos medo e mais tranquilidade, passando aquele arrepio de vermos a bolsa preta atrás do Trump com o código do arsenal atômico americano. Que agora esteja em mãos mais sensatas, de um homem experiente, que já foi Vice-Presidente, conviveu e aprendeu com um dos maiores estadistas de nosso tempo: Barack Obama, que exerceu o governo com uma visão de mundo baseada na paz, no diálogo: a resolução dos problemas nunca pela força e sempre com negociação, buscando um terreno comum onde os homens vivam o entendimento e a concórdia.

Trump acabou com a utopia da paz e nos barrou a visão de um Oriente Médio sem as mortes e as vinditas diárias onde morrem palestinos e judeus. De um povo com esperança de viver sem as atrocidades que, diariamente, presenciamos, estarrecidos. De um mundo sem dentes cerrados pedindo a ressurreição da babilônica Lei de Talião (ou de retaliação), do “dente por dente e olho por olho”. Da noção de organismos multinacionais como um local de encontro para acabar com divergências, com a crença na força de práticas humanitárias e de combate ao terrorismo, que invade a tranquilidade das relações internacionais.

Que Biden não frustre o otimismo daqueles que torceram por sua vitória, por direitos humanos, com a certeza de que os Estados Unidos possam ser ainda âncora da paz, da igualdade e da fraternidade. Com a esperança de os Estados Unidos voltarem a ser o farol da democracia e de defesa da liberdade.

Quando Trump voltar a jogar golfe nos seus excelentes campos de Miami, estaremos todos aliviados.

*Coluna do Sarney/O Estado

Publicidade

Felipe Camarão já entregou 179 escolas dignas desde 2015

A emenda constitucional n° 14 de 12 de setembro de 1996 é clara: cabe aos municípios brasileiros a gestão do ensino fundamental e da educação infantil. No Maranhão esse dispositivo legal é devidamente respeitado, mas desde 2015 a gestão estadual – constitucionalmente responsável pelo ensino médio – não mede esforços para fortalecer a chamada educação de base. Prova disso são as 179 escolas municipais construídas em parcerias com as prefeituras, no âmbito do programa Escola Digna.

De acordo com balanço da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), comandada por Felipe Camarão, a reforma ou construção de escolas do programa Escola Digna em municípios do Maranhão já atingiu as 19 Unidades Regionais de Educação (UREs) do Estado.

Já são mais de mil obras na Educação feita pelo Governo do Estado desde 2015. Ou seja, essas 179 escolas são apenas parte dos investimentos feitos pela gestão estadual.

Colaboração – Criado em 2015, uma das premissas do Escola Digna como macropolítica de educação é o estabelecimento do pacto de colaboração com os municípios, com a meta de garantir o direito fundamental a uma escola de qualidade para todas as crianças, jovens, adultos e idosos.

A iniciativa foi reforçada com o lançamento, em 2019, do Pacto Estadual pela Aprendizagem, com ações focadas na educação infantil e fundamental.

Além da formação de professores, oferta de assessoria técnico-pedagógica, entrega de kits pedagógicos e de transporte (ônibus e lanchas), o Pacto prevê apoio da gestão estadual na melhoria da infraestrutura das escolas.

Somente em 2020 foram entregues 43 novas escolas municipais em substituição de estruturas inadequadas, beneficiando centenas de estudantes das regionais de Balsas, Caxias, Presidente Dutra, Açailândia, Codó, Zé Doca, Bacabal, Santa Inês, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Barra do Corda, Chapadinha, Viana e São Luís.

Em 2019, o governador Flávio Dino já destacava a importância do auxílio do Poder Executivo Estadual em infraestrutura, para elevar a qualidade da educação nos municípios, com atenção especial para a zona rural.

“Sabemos que infraestrutura não é tudo, mas é uma colaboração efetiva que prestamos aos municípios. E é um gesto de respeito com professores, funcionários, crianças e seus pais. É uma forma de eles saberem que realmente o Brasil se preocupa com eles”, disse o governador.

Escola Digna não para – Por meio do regime de colaboração com os municípios, o Governo do Estado garante apoio irrestrito às prefeituras para elevação da qualidade das redes municipais de ensino. Trabalho desenvolvido há cinco anos, as entregas de escolas em cidades maranhenses não param.

No final do ano passado, o secretário de Educação Felipe Camarão anunciou novas Escolas Dignas em Luís Domingues e em um povoado do município de Pastos Bons. Mas para além do apoio às cidades, a Seduc mantém uma agenda permanente de inaugurações também na rede estadual de educação.

Só em 2020 já foram várias inaugurações, entre elas o Núcleo de Atividades de Altas Habilidade e Superdotação (NAAHS) Joãozinho Trinta, no bairro Cohab, em São Luís; Quadra Poliesportiva do Centro Educa Mais Cidade de São José de Ribamar, em São José de Ribamar e nesta sexta-feira (15) foi a vez do Centro de Ensino (CE) Joaquim Gomes de Sousa, também na Cohab, que foi entregue após reforma completa.

Fotos: Divulgação

Publicidade

Braide visita Centro de Vacinação contra a Covid-19

O prefeito Eduardo Braide, acompanhado do secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, demais secretários e equipe técnica, visitou, na manhã deste sábado (16), a área do Pavilhão de Eventos do Multicenter Sebrae, no bairro Cohafuma, onde será instalado o Centro Municipal de Vacinação contra a Covid-19. O espaço terá capacidade de atendimento de 200 aplicações de dose de vacina por hora.

A imunização da população ludovicense está prevista para começar na quarta-feira (20), segundo cronograma elaborado pelo Ministério da Saúde, e seguido pelo Plano Municipal de Vacinação. Na primeira fase da campanha, serão vacinados no local apenas os profissionais de saúde, conforme definido pelo Ministério da Saúde.

O Pavilhão de Eventos do Multicenter Sebrae tem 8,7 mil metros quadrados de área. O Centro Municipal de Vacinação faz parte das estratégias previstas no Plano Municipal de Vacinação para imunizar a população da capital contra a Covid-19. No local, haverá área de triagem para garantir que apenas pessoas aptas e do público-alvo de cada fase tenha acesso.

“Teremos no Centro Municipal de Vacinação toda a estrutura e equipes necessárias para fazer a imunização da nossa população. Teremos área de triagem, salas de vacinação atendendo de forma simultânea, espaço para que o cidadão possa ficar em observação após a aplicação da dose caso surja algum efeito adverso e equipes médicas de plantão para prestar atendimento, se preciso. Todo o espaço será montado para que o cidadão se sinta acolhido, esteja confortável e receba atendimento humanizado. Aproveito para agradecer ao Sebrae pelo espaço que conta com toda a estrutura necessária para receber nossa população”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

Serão disponibilizados totens com álcool em gel para que todos possam se higienizar. Cadeiras serão dispostas com o espaçamento devido para que todos possam aguardar sua vez de forma confortável. Para a primeira fase da vacinação, serão disponibilizados 10 vacinadores em salas climatizadas. A capacidade de atendimento do centro será de 200 aplicações de dose de vacina por hora. Caso o cidadão tenha dificuldades de locomoção o vacinador irá até a pessoa no pavilhão de eventos para aplicar a vacina.

“A primeira fase terá duração de sete semanas. Neste primeiro momento, conforme determinou o Ministério da Saúde, vacinaremos os profissionais da saúde, que serão atendidos no Centro Municipal de Vacinação, e os idosos que residem em instituições de longa permanência, que serão atendidos na própria instituição. À medida que mais doses da vacina forem chegando e novos públicos liberados para imunização pelo ministério vamos ampliando este trabalho”, explicou o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes.

Haverá, ainda, uma área de pós-vacinação onde cada pessoa poderá descansar durante alguns minutos para que as equipes da Secretaria Municipal de Vacinação possam observar o surgimento de alguma reação adversa e prestar o atendimento necessário, se preciso. Ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também estarão de prontidão no local. 

Todo o pavilhão será sinalizado para facilitar a localização do público, além disso, serão colocadas divisórias para organizar o fluxo de pessoas pelo espaço.

Foto: Divulgação

Publicidade

SMTT intensifica ações por conta da realização do Enem

Com o objetivo de oferecer apoio à realização do Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM), nos próximos dias 17 e 24 de janeiro, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), expediu portaria autorizando a circulação regular da frota de ônibus do sistema urbano para deslocamento de estudantes, bem como realizar o disciplinamento e ordenamento do trânsito. Para a efetivação das ações de trânsito, a partir das 6h até o final das provas, a SMTT disponibilizará agentes de trânsito com motos e viaturas nos dois domingos do certame.

Segundo o secretário Cláudio Ribeiro, a operação de trânsito será realizada com a intensificação do disciplinamento e orientação dos condutores.  Além de ações para garantir a preferencial do fluxo no sentido das instituições de ensino, locais de prova. “Mesmo considerando toda realidade de restrições em função da pandemia, a orientação do prefeito Eduardo Braide é de oferecer as condições seguras de deslocamento aos participantes a fim de evitar possíveis transtornos”, ressaltou o titular da SMTT.

Veja alguns pontos de apoio ao trânsito durante o ENEM na capital:

1 – Avenida Jerônimo de Albuquerque: Elevado da Cohama, Rotatória da Cohab (Avenida São Luís Rei de França, Avenida São Sebastião);

2 – Cruzamento da Forquilha com Cruzeiro do Anil;

3 – Cruzamento do Parque Vitória, Posto Natureza;

4 – Rotatória da Polícia Militar (Calhau);

5 – Rotatória Avenida dos Holandeses com a Avenida Daniel de La Touche;

6 – Faculdade Pitágoras/FAMA (São Luís Rei de França);

7- CEUMA Anil, UNDB, Canto da Fabril, Cabeceira da Ponte do São Francisco, CEST (Anil), CINTRA, pontos estratégicos no Centro.

Juntamente com a ação no trânsito, a SMTT também autorizou, por meio de portaria, a circulação integral da frota para os dias úteis, período pandêmico, nos dias do Enem. A autorização se refere às linhas Campus/Terminal Praia Grande, Campus/Praça Deodoro/Terminal Praia Grande, Uema/Ipase e Terminal/BR 135, garantindo assim o deslocamento dos candidatos.

A SMTT prevê um total de 152 mil passageiros em circulação no domingo, uma média de 10% acima da média dos domingos normais. A secretaria ressalta que os servidores da secretaria estarão lotados nos terminais de integração e na fiscalização no período do evento, incluindo o monitoramento através do Centro de Controle de Operações (CCO) direto da secretaria; que o não cumprimento das viagens programadas implicará em notificação e multas às empresas concessionárias com base nas sanções previstas em edital de concorrência pública.

Foto: Divulgação

Publicidade

Detran realiza blitz educativa na Daniel de La Touche

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), por meio da Coordenação de Educação para o Trânsito, em parceria com o Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (BPRV), realizou na manhã desta sexta-feira (15), uma blitz educativa direcionada para  motociclistas, na Avenida Daniel de La Touche, nas proximidades do bairro Maranhão Novo.

A ação do Projeto “Se Liga na Via” tratou sobre a importância da utilização correta de capacetes e calçados fechados, além de explicar a legislação vigente sobre o transporte correto de crianças em motocicletas. A iniciativa é uma estratégia de aproximação com os condutores para alertar sobre os riscos do uso incorreto de equipamentos de segurança.

A chefe de Orientação para o Trânsito do Detran-MA, Juliana Salazar, explicou que, no período de férias, aumenta o fluxo de veículos, por isso é necessário reforçar as ações educativas. “Esse momento é importante para realizar ações que alertam para os cuidados que devem ser tomados no trânsito. E nós estamos focando especialmente nos motociclistas, pois eles pertencem a um grupo com alto índice de vítimas de acidentes”, pontuou.

Para o soldado René Barros, responsável pela equipe do BPRV presente na blitz, a parceria com o Detran-MA é de suma importância para promover mais segurança no trânsito. “Essas ações educativas vêm dando orientações imprescindíveis, para evitar acidentes e a salvar vidas, que é o mais importante”, enfatizou.

Hilário Oliveira, motociclista abordado durante a blitz educativa, elogiou a ação. “Eu acho interessante esse tipo de iniciativa, porque é uma forma de prevenir, orientar e ajuda a salvar muitas vidas”, afirmou.

Orientação  – Ainda durante a ação, um casal que estava transportando uma criança sem capacete foi orientado sobre os riscos da condução irregular, e a mãe optou por buscar outro meio de transporte, a fim de garantir a segurança da criança.  

O transporte de menores de 07 anos ou que não tenham condições de cuidar da própria segurança em motocicletas é infração considerada gravíssima, com penalização mediante multa e suspensão do direito de dirigir, de acordo com o Artigo 244 do Código de Trânsito Brasileiro.

Foto: Divulgação