Prefeitura de Santa Inês realiza ações no mês de aniversário

A Prefeitura de Santa Inês iniciou uma série de atividades para comemorar os 54 anos de independência do município. Segundo o Prefeito, Felipe dos Pneus (Republicanos), as ações serão realizadas durante todo este mês como parte da campanha “Nossa Força, Nossa Gente”.

“O nosso maior tesouro é nossa gente. Tudo que avançamos até agora foi pela força do nosso povo, desde aquelas pessoas nascidas aqui a quem deixou brotar em seu coração o amor por Santa Inês. E agora, Poder Público e o povo numa mesma sintonia, vamos ter o desenvolvimento que sempre almejamos”, destaca o prefeito Felipe dos Pneus.

Novo visual e segurança – Nesta terça-feira (2), os profissionais da limpeza e da infraestrutura receberam EPI’s (Equipamento de Proteção Individual) e novos uniformes. A entrega foi simbólica no auditório da prefeitura para evitar aglomerações. Participaram alguns vereadores representando o Poder Legislativo, além do Prefeito e Vice-Prefeito, Sirino Rodrigues e secretários.

Sorriso de orgulho – A primeira ação comemorativa pelos 54 anos de Santa Inês foi realizada na zona rural do município. Os moradores dos povoados Jussaral do Capistrano e Calango receberam atendimentos odontológicos.

Festival de talentos – O Departamento de Cultura realiza o primeiro Festival de Talentos – edição virtual. Os interessados podem participar nas categorias música, dança, poesia, pintura e artesanato. Para participar, o candidato deve publicar um vídeo com duração mínima de 1 minuto e máxima de 2 minutos. A publicação deve ser em sua rede social e marcar as páginas da Prefeitura e do Departamento de Cultura. Um dos critérios para participar do festival é morar em Santa Inês. O vídeo também deve ser encaminhado ao whatsApp 98 98730 9426. A votação será popular e por corpo de jurados.

Aniversário – Santa Inês completa 54 anos no dia 14 de março. Neste dia é feriado municipal. A programação oficial ainda não foi divulgada, mas ao que tudo indica, não haverá atividade presencial por causa da pandemia.

Fotos: Divulgação

Publicidade

Flávio Dino suspende festas, eventos, aulas; veja as medidas

O governador Flávio Dino (PcdoB) anunciou novas medidas restritivas no Maranhão, por conta do aumento dos casos de coronavírus e alta ocupação de leitos para a Covid em todo o estado. As medidas valerão para o período entre 5 e 14 de março.

O governador anunciou que as novas doses de vacina não serão entregues para os municípios que não comprovarem a aplicação de pelo menos 60% das doses anteriores.

Flávio Dino assegurou que não teremos o colapso na oferta de leitos com a expansão que está sendo feito nos últimos dias.

Medidas

Estão suspensas festas, shows, eventos empresariais e profissionais em todo o estado do Maranhão para evitar aglomerações desnecessárias.

Estabelecimentos comerciais na Ilha de São Luís não serão fechados, mas funcionarão em novo horário abrindo às 9h da manhã e fechando às 21h, cumprindo todos os protocolos sanitários e como medida para diminuir a quantidade de pessoas nos coletivos de manhã cedo.

Estão suspensas as aulas presenciais nas escolas e faculdades da rede particular.

Suspensão dos serviços presenciais nos órgãos públicos, mantendo apenas os serviços essenciais em funcionamento, com afastamento dos profissionais do grupo de risco, inclusive a medida é válida para os serviços privados.

Anunciou um novo edital para ajuda ao setor de eventos com a criação de um Auxílio emergencial Cultural.

Foto: Divulgação

Publicidade

Técnico Ruy Scarpino morre de covid-19 aos 59 anos

Morreu hoje em Manaus, vítima da Covid-19, o ex-jogador e treinador de futebol Ruy scarpino, aos 59 anos.

Ruy é um profissional com grande identificação no futebol do Maranhão. Chegou ao estado pela primeira vez em 1996, como goleiro do Moto Club na grande campanha na Série B. O capixaba logo virou um maranhense….

Foi campeão maranhense pelo Moto como treinador e comandou a equipe no acesso à Série C em 2016. Era irmão do ex-goleiro Tião, do Moto e que atualmente trabalha como treinador de goleiros e mora em São Luís.

Foi técnico do Maranhão e do Imperatriz, onde foi campeão maranhense em 2019, e estava ultimamente no time do Amazonas, em Manaus, onde veio a óbito nesta manhã.

Ruy teve uma carreira brilhante no futebol paulista, especialmente no interior e chegou a ser campeão paulista pelo Ituano em 2002 e da Série C, em 2003, pelo Ituano.

A nossa solidariedade à família de um dos grandes amigos que o futebol nos deu. Descanse em paz, grande Ruy. Muito obrigado!!!!!

Nota de pesar do Moto Club

“Infelizmente perdemos Ruy Scarpino para COVID-19. Figura vitoriosa na história rescente do Moto Club, campeão tanto como jogador quanto como treinador além de conseguir um acesso pelo Moto Club à Série C.

O técnico Ruy Scarpino estava internado há uma semana em um hospital particular de Manaus, e infelizmente faleceu na manhã desta quarta-feira (03), aos 59 anos.

O Moto Club lamenta profundamente e presta condolências à família e amigos de Ruy”.

Foto: Reprodução

Publicidade

PF apura supostas fraudes em licitações em Imperatriz

A Polícia Federal, deflagrou na manhã desta quarta-feira, (3), a Operação “Recôndito” decorrente de investigação policial que apura supostas fraudes em procedimentos licitatórios e sobrepreço em contratos públicos firmados pela Secretaria Municipal de Saúde de Imperatriz – SEMU, no ano de 2020, com a utilização de recursos públicos federais destinados ao combate do novo Coronavírus.

As investigações tiveram início após monitoramento de licitações e contratações públicas, desenvolvido no âmbito do Ministério Público do Estado do MA e Ministério Público Federal, nesta cidade, com base em parecer técnico apontando irregularidades no processo de seleção de empresas para prestação de serviço.

No curso das investigações, a Polícia Federal identificou diversos indícios de fraude em processo de dispensa de licitação que culminou com a contratação de empresa de fachada, integrada por sócios “laranjas”, que foram beneficiados em contrato que tinha por objeto o fornecimento de refeições para atender demanda do Centro Municipal de Tratamento do COVID-19.

Nesta fase, estão sendo mobilizados 25 policiais federais para o cumprimento de 07 (sete) mandados de busca e apreensão no município de Imperatriz/MA, decorrentes de representação da Polícia Federal, todos expedidos pela 1ª Vara Federal Cível e Criminal da SSJ de Imperatriz-MA,. As medidas objetivam angariar novos elementos de prova que permitam a individualização de conduta dos envolvidos.

Os investigados poderão responder pelos crimes de associação criminosa (art. 288 do CP), fraude à licitação (art. 90 da lei 8.666/93), corrupção ativa (art. 333 do CP) e corrupção passiva (art. 317 do CP), dentre outras infrações penais.

A denominação “Recôndito” faz referência à utilização de empresa “de fachada”, operada por empresários ocultos, com o único objetivo de participar de processos de contração com o poder público.

A PF informa que para a execução do trabalho nesta data foram adotadas todas as medidas de prevenção ao contágio do Covid-19, visando a preservação da saúde dos servidores e cidadãos envolvidos.

Foto: Divulgação


Publicidade

Deputados destacam aprovação de PL sobre visão monocular

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (2), o Projeto de Lei 1615/19, do Senado Federal, que classifica a visão monocular – cegueira de um dos olhos – como deficiência sensorial visual para todos os efeitos legais. A matéria será enviada à sanção presidencial.

Atualmente, a visão monocular não é considerada deficiência por lei federal, mas já é classificada como deficiência visual para fins de aplicação da Lei de Cotas. Além da nova classificação, o projeto obriga o Poder Executivo a criar instrumentos de avaliação desse tipo de deficiência.

O deputado federal maranhense Pedro Lucas Fernandes comemorou a aprovação do projeto.

“Vitória! Foi aprovado o Projeto de Lei 1615/19, que classifica pessoa com visão monocular como portador de deficiência visual. Em novembro, apresentei um requerimento para acelerar a análise do projeto na Câmara dos Deputados. Estamos juntos na luta por mais direitos!”, escrveu Pedro LÇucas nas redes sociais.

Outro parlamentar maranhense que também comemorou a aprovação do projeto foi o deputado Gil Cutrim.

“Vitória! Aprovamos o PL1615/219, que classifica a doença visão monocular como deficiência sensorial. Projeto este que me empenhei para que fosse votado e que dará mais condições de saúde e tratamento aos monoculares’, afirmou Gil.

Fotos: Agência Cãmara

Publicidade

MP cobra agilidade na abertura de leitos para covid em São Luís

O procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, se reuniu, na manhã desta terça-feira (2), com o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes. O gestor entregou um ofício solicitando, ao Ministério Público do Maranhão, a adoção de um fluxo único dos encaminhamentos dos promotores de justiça da área da saúde. O objetivo é garantir que as demandas sejam atendidas com maior celeridade.

“O serviço que os promotores fazem, especificamente na saúde, é de se aplaudir de pé. Eles são absolutamente ativos, e isso faz com que nós tenhamos também a responsabilidade de responder às suas demandas. E a gente quer exatamente com isso, com esse estabelecimento de fluxo, responder de maneira mais célere os questionamentos que nos foram feitos. Acredito que a montagem desse protocolo, desse fluxo, vai trazer respostas mais rápidas e mais garantias para nós, enquanto gestão, de atender as demandas dos promotores”, destacou o secretário Joel Nunes.

Na ocasião, o procurador-geral de justiça afirmou que iria encaminhar o pedido aos promotores de justiça da área. Eduardo Nicolau também pediu que o Município agilizasse a abertura de novos leitos exclusivos para casos de Covid-19 e a aplicação de vacinas na população. “Estamos vivendo um momento muito preocupante, com o aumento de casos, e precisamos garantir o atendimento adequado para a nossa população, bem como acelerar o processo de imunização”, enfatizou.

Joel Nunes afirmou que, até o final desta semana, a Prefeitura de São Luís abrirá 120 leitos exclusivos para Covid-19, tanto de UTI quanto de enfermaria, e dará sequência ao processo de expansão dos centros de referência das síndromes gripais leves. Em relação à vacinação, o secretário municipal da Saúde disse que o prefeito Eduardo Braide, com a Frente Nacional de Prefeitos, aderiu a um consórcio que possibilitará, futuramente, a aquisição de vacinas, pelos municípios, diretamente dos fabricantes.

“É um início de tratativa. A gente entende que a vacinação precisa ser expandida, a nossa cobertura vacinal ainda é muito pequena. E uma das maneiras que se pensou para aumentar é essa compra direta. Paralelamente a isso, a gente aguarda que novos envios, lotes maiores, das que nós temos disponibilizadas pelo Ministério da Saúde venham até o Maranhão, e consequentemente para os municípios, e que a gente continue avançando nos públicos-alvos e aumentando a nossa cobertura vacinal”, detalhou.

Também participaram da reunião o procurador do Município na Área da Saúde, João Teixeira; o chefe da Assessoria Jurídica da Secretaria Municipal de Saúde, Filipe Franco, e o assessor Jurídico da Secretaria Municipal de Saúde, Adenauer Rocha. Pelo Ministério Público do Maranhão, estiveram presentes os promotores de justiça Carlos Henrique Vieira, diretor da Secretaria de Planejamento e Gestão, Carlos Henrique Brasil Teles de Menezes e Danilo José de Castro Ferreira.

Foto: Divulgação

Publicidade

Rosário abre Centro de Atendimento e Combate à Covid

Com o objetivo de garantir um atendimento direcionado a Covid-19, a Prefeitura Municipal de Rosário, através da Secretaria de Saúde, inaugurou nesta terça-feira (2), o Centro de Atendimento e Combate a Covid-19. O local escolhido para acomodar o Centro é o prédio da Unidade Mista de Saúde de Rosário, localizado no centro da cidade. 

O Centro de Atendimento e Combate a Covid-19 irá prestar atendimento ambulatorial aos pacientes com sintomas gripais, seguindo todo protocolo para que haja diagnóstico preciso e seguro afim de garantir um bom tratamento. 

A Diretora da Unidade Mista de Saúde Déborah Mendes Calvet, destacou a importância da implantação do Centro na cidade de Rosário. “Devido ao aumento do número de casos de pessoas acometidas pela Covid-19, priorizamos a instalação desse Centro de Atendimento afim de evitar a infecção cruzada entre profissionais que não estejam no atendimento direto do setor da Covid-19, e também para com os pacientes que buscam atendimento no hospital que não apresentam sintoma gripal. Além disso, veio a necessidade de realizar as triagens de acordo com a sintomatologia do paciente, para que se necessário sejam realizados os exames e evite um resultado falso-negativo”, disse.  

O prefeito Calvet Filho, destacou o compromisso de estar inaugurando o Centro de Atendimento e Combate a Covid-19. “Não é com muita alegria que nós reabrimos o Centro de Enfrentamento à Covid-19, queria eu estar inaugurando um novo hospital, novas escolas, mas infelizmente estamos vivendo um momento crítico, não só em nossa cidade, mas como em todo o planeta terra, mas precisamos enfrentar a situação com responsabilidade. Este Centro irá atender a população e é totalmente voltado ao atendimento a pacientes com suspeita e diagnóstico de Coronavírus, buscando minimizar os impactos decorrentes da pandemia”, falou.  

A estrutura física conta com uma recepção, consultório médico, sala de coleta, sala de observação e farmácia, com estrutura adaptada às necessidades ao enfrentamento da Covid-19, que funcionará 24h por dia durante todos os dias da semana.  

O Secretário Municipal de Saúde Willame Anceles, aproveitou para dizer que em breve será disponibilizado um serviço de atendimento domiciliar àqueles pacientes com Covid-19. “Teremos em breve, um número de telefone para que as pessoas liguem, e caso seja necessário, iremos deslocar uma equipe para prestar atendimento domiciliar a esse cidadão”, disse.  

Durante a solenidade, ainda foi entregue um veículo do tipo Van, para o deslocamento de pacientes acometidos pela Covid-19, e coletes de identificação às equipes de fiscalização da Vigilância Sanitária de Rosário para serem utilizados como uniforme durante as ações de fiscalização sanitária.  

Foto: Divulgação

Publicidade

Yglésio denuncia situação dos profissionais da saúde

O deputado Yglésio Moyses (PROS) denunciou nesta terça-feira (2), na sessão da Assembleia Legislativa, a atual situação das condições de trabalho dos profissionais da saúde no Estado, situação ainda mais complicada em função do atual momento da pandemia.

“A realidade que a gente conversa com os colegas das emergências, as pessoas que estão fazendo atendimento diariamente da covid-19 é que os plantões estão cheios, o absurdo da falta de material, o excesso de trabalho está instalado!”, exclamou o deputado.

No ano passado, no ápice da primeira onda da pandemia, o deputado solicitou a concessão do adicional de 40% de insalubridade — e não os 20% que o executivo estadual queria conceder –, como uma forma de valorizar esses profissionais por três meses. Apesar disso, Yglésio disse que os profissionais não foram valorizados como mereciam e que ainda sofrem com a insegurança.

Ainda em sua fala, o deputado também tratou sobre as outras classes dos profissionais da saúde. “Em relação aos outros profissionais (não médicos), a situação é tão ruim quanto, porque, além de terem pouquíssimos sinais de reajuste, eles têm salários muito baixos e condições de trabalho que estão muito aquém do que deveria ser ofertado”, concluiu.

O Estado vê, mais uma vez, a situação da pandemia piorar. Os números apontam para um crescimento na ocupação de leitos em todo o Maranhão, dando destaque para o colapso na saúde imperatrizense, que precisou transportar pacientes para a capital, esta que, por sua vez, também se vê à beira de um colapso, caso não sejam aplicadas medidas de contenção da doença.

Essa situação incide diretamente sobre os profissionais da saúde, pois por conta da demanda sempre crescente, o volume de trabalho cresce e a qualidade dos serviços prestados e a valorização deles seguem no sentido contrário, como destacou o parlamentar.

Foto: Divulgação

Publicidade

Roberto destaca ampliação de leitos para covid em Bacabal

O deputado estadual Roberto Costa (MDB) comemorou, na sessão plenária desta terça-feira (2), a parceria firmada entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Bacabal para ampliar número de leitos de Enfermaria e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no município, devido ao crescimento do número de casos de Covid-19.

“Hoje, não se consegue encontrar leito disponível nem na Enfermaria, nem na UTI, para casos mais graves. E Bacabal é uma cidade que acaba sendo a representatividade maior, na área da saúde, de toda a região do Médio Mearim”, explicou.

O parlamentar agradeceu a intervenção do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), para tratar do tema com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula; o prefeito de Bacabal, Edvan Brandão, e o secretário de Administração, Davi Brandão.

“Conseguimos fechar a volta do hospital de campanha da Prefeitura de Bacabal, assim como a ampliação de leitos. Agradeço o seu apoio.Todas as vezes que solicito suas intervenções, você nunca nos falta. É uma vitória da Assembleia, do prefeito e, acima de tudo, do povo, pela parceria que dá esperança à população, que tanto precisa. Othelino não é apenas um presidente, mas um líder do Poder Legislativo”, afirmou Roberto Costa.

Leitos – O emedebista reiterou a importância da ação para atender à população bacabalense. “Claro que o trabalho de isolamento é importante, mas, também, temos algo mais urgente, que são leitos de Enfermaria e de UTI, porque pessoas já estão morrendo por falta de atendimento. Mas, essa ação do governo para Bacabal se torna fundamental para salvar a vida do povo do município e região”, avaliou.

O presidente Othelino Neto também destacou a necessidade de reativar o hospital de campanha para a disponibilização de mais leitos. “Essa notícia é muito importante, já que Bacabal havia chegado a um ponto crítico. Essa unidade de saúde é uma espécie de hospital de campanha que, apesar de não conseguir prestar um atendimento efetivo, porque o paciente só pode ficar durante o dia, serve como um ambulatório, para um atendimento inicial”, esclareceu.

O deputado Vinicius Louro (PL) sugeriu que a tenda criada para ser o hospital de campanha de Bacabal seja doada aos desabrigados de Trizidela do Vale e Pedreiras. “Pediria que fosse para lá, onde já temos um sistema de ar-condicionado e purificação do ar e que já serviria para atender aos desabrigados das enchentes”.

Foto: Agência Assembleia

Publicidade

César Pires diz que Flávio Dino quer transferir responsabilidade

O deputado César Pires cobrou firmeza do governador Flávio Dino na tomada de decisões para combater o avanço do coronavírus no Maranhão. Para o parlamentar, o chefe do Executivo tenta transferir suas responsabilidades ao reunir dirigentes de outros poderes e prefeitos para decidir sobre a adoção de medidas restritivas mais rigorosas no estado.

“O governador lutou tanto para comprar vacina, mas quando foi autorizado pelo Supremo não comprou nenhuma. Sua contrapartida foi comprar seringas e luvas, e gastar milhões em mídia para dizer o que fez. Pediu o direito discricionário de tomar as atitudes que quisesse e foi autorizado. Mas se acovardou e foi preciso um juiz decretar lockdown para que ele cumprisse”, destacou César Pires.

Lembrando que recentemente Flávio Dino desistiu de adotar medidas restritivas depois de tê-las anunciado, devido à desaprovação de diversos setores da população, César Pires disse que falta cientificidade e coragem política ao governador para tomar as decisões que são de sua responsabilidade, mas ele quer transferir aos demais gestores públicos.

“Fazem uma reunião para discutir o momento grave da pandemia, mas não chamam quem tem base científica e quem vivencia na prática a crise sanitária. Reúnem os que já adotaram suas medidas de segurança, como os tribunais de Justiça e de Contas, e o Ministério Público. Mas não chamam o corpo científico para apresentar a real situação da pandemia no Maranhão. É um governo mambembe, cheio de fracos atores”, criticou César Pires.

Para o deputado, o governador adia a tomada de decisões por covardia, por temer a reprovação popular, por isso promove reuniões para dividir responsabilidades. Paralelamente, como presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, o secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, cobra do governo federal decisões que o governo Flávio Dino não teve a coragem de adotar no estado.

“A pandemia está crescendo, no interior do Maranhão falta testes para diagnóstico da doença, não há estudo sobre a nova cepa por região, não há ajuda às prefeituras e o risco de contaminação só aumenta. Enquanto isso, o governador que desmontou hospitais e desativou leitos não tem coragem de tomar atitude. E as pessoas vão morrendo, vítimas do coronavírus. É o governo da covardia”, finalizou César Pires.

Foto: Divulgação